16 de ago de 2007

MORRI FAZ O MAIOR TEMPÃO - Caê

“Meu nome é Carlos Eduardo. Morri faz maior tempão. Tinha uns doze anos. Nem sofri muito porque nem tive muito tempo pra errar tanto. Criança ainda... Mas meus pais... Ah! Como sofreram...

Minha mãe sofreu muito mais. Quantas vezes ela perguntava a Deus “por quê(?)”. Ficou só a minha irmã, que mal conheci. A gente brincava mas não tinha aquela consciência de que um dia a vida juntos seria interrompida.

Depois, quando tomei consciência, quando me foi revelado parte do meu passado --- e graças a Deus Misericordioso tive esta oportunidade ---, pude saber que tinha mesmo que estar aqui por pouco tempo. Que minha mãe, de alguma forma, teria que passar por isso para poder evoluir e continuar na sua busca de elevação espiritual. Apesar da tristeza e da saudade, ela não lamenta e entende que Deus é justo e faz o que é melhor. Tenho estado ao lado dela sempre que posso, afinal, já estou ajudando por aqui, nesta colônia de amparo e socorro.

Não sou mais aquela criança. Logo depois assumi minha idade espiritual e, depois de ser esclarecido, comecei a ajudar no que podia. Hoje me sinto bem e feliz. Sinto saudades da minha mãe, mas todos os dias oro por ela e sempre que dá eu a visito e lhe transmito meu carinho. Ela sente, eu sei que sente. Ela ainda fala comigo, não tanto quanto antes, mas ainda continuamos unidos em pensamento. Que Deus a abençoe e proteja. Um dia nos veremos novamente. Afinal, a vida não acaba, mas sim tem um novo recomeço. Paz e luz a todos.. O nome da minha mãe adorada é Silvia. Até um dia.”

Assinado : Carlos Eduardo (Caê)

Sorocaba, Agosto de 2007.
Local : Sorocaba ( SP )
Médium : S.A.O.G.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo