12 de abr de 2008

A PACIÊNCIA CONFORTA E CLAREIA AS IDÉIAS


“Venho hoje para falar sobre um tema muito comentado e pouco praticado. Algo que, se existisse em todos os seres humanos, muitas tragédias seriam evitadas, muitos mal entendidos passariam despercebidos...

Falo sobre a paciência. Santa Paciência !!! Muitos falam dela, mas poucos na verdade conhecem seu verdadeiro significado. Ela faz parte do nosso dia a dia, do nosso viver, do nosso convívio. Depende dela nossas relações com outros irmãos...

Se parássemos para pensar na importância desta palavra, com ela estudaríamos mais, destrincharíamos o seu significado e faríamos dela parte de nossas ações. O ser que faz uso desta faculdade se torna melhor e passa a colocar em prática os ensinamentos no nosso irmão maior. Jesus precisou de muita paciência ao ser traído. Precisou de paciência ao viver entre espíritos inferiores e maus, sem mesmo saber das reais intenções de seu Pai.

Quantos pais evitariam traumas em seus filhos se os educasse com paciência. Os jovens provavelmente estariam menos envolvidos com drogas, sexo inconseqüente e violência. O jovem é impaciente por não ter noção do que isto significa, pois seus pais não tiveram tempo, nem paciência ao longo de sua vida.

Não temos paciência com as pessoas mais velhas quando elas contam repetidamente a mesma história. Esquecemo-nos de que quando jovens, estes “velhos” tiveram paciência ao nos contar a mesma fábuula quantas vezes nós pedíssemos.

Não temos paciência com o marido ou com a mulher, mas nos, por vezes, não pensamos que este marido ou esta mulher poderiam estar em melhor situação se não fizéssemos parte de suas vidas. ‘Eles não têm paciência comigo! ’ Por vezes nos queixamos... Será que realmente não têm ou nós é que conseguimos acabar com ela ?!

Nos irritamos por pouco. Quando procuramos e não achamos... Quando queremos que o telefone toque nos trazendo notícias de quem gostamos, ficamos impacientes. Isso faz mal. Isto nos leva a produzir substâncias que mudam o curso normal do funcionamento de nosso organismo, nos fazendo sofrer física e emocionalmente.

Ainda estamos muito longe de um equilíbrio razoável, que surgirá com a paciência, com a paz de espírito, com a compreensão. Porque a falta de paciência adoece, nos deixa tensos e termina interferindo em nossa razão. Se quando acontece algo inesperado e nos impacientamos, deixaríamos de agir com a razão, dando vazão a sentimentos menos nobres. A paciência conforta, clareia as idéias, impede que palavras rudes, que depois de proferidas, mesmo com nosso arrependimento, causam o mesmo mal, mesmo que não desejado.

Ter paciência é sinal de evolução. Ser paciente significa ser equilibrado e razoável. Sejamos pacientes diante dos infortúnios, das calúnias, dos ventos fortes, que por mais que enverguem as árvores, depois que passa, elas se recompõem, com o se nada tivesse acontecido. Sempre depois da tempestade vêm a bonança e ela será mais proveitosa se for mantida a paciência.

Muitos se desestabilizam diante de más notícias, de prervisões que nem sempre se concretizam. Quantas pessoas não dão cabo da própria vida diante de maus dias. Dias sombrios que, com a paciência, irão passar e o sol irá brilhar novamente e esta pessoa sairá mais forte e confiante.

Que Deus Pai nos ajude e nos dê a paciência necessária para continuarmos nesta caminhada. Pratiquemos a paciência com as pessoas a quem amamos e com aqueles que não nos são tão afins. Fiquem em Paz. Muito amor, humildade e paciência a todos os irmãos.”

Assinado : Josué

Data : Abril de 2008
Local : Sorocaba ( SP )
Médium : S.A.O.G.

2 Comentários:

Jeff disse...

Melhor assunto que esse para publicar o meu primeiro comentário no blog, impossível.
PACIÊNCIA ... minha palavra guia. Tenho certeza que são poucas as pessoa que sabem o real significado dela e como coloca-la em prática. Vejo que tudo muda quando se tem paciência. Você muda, as pessoas que estão perto de vc mudam, a energia do local muda ... realmente tudo muda.
É algo que pode ser trabalhado, mas não se conquista do dia pr noite. Ás vezes as pessoas confudem ser paciente com agilidade, rotulando outros de lerdos, apaticos e etc ...
Concordo plenamente, se as pessoas fossem mais paciente teríamos um mundo diferente.
Um idivíduo é reflexo do outro e aí está a importância da educação e da relação de pais com filhos (citada no texto). Pais agressivos, filhos agressivos, pais paciêntes, filhos paciêntes.
Ás vezes me prgunto se estou certo seguindo este caminho, um pouco diferente da maioria, até pq essa globalização exige que o homem seja inconstante, ativo ao extremo, agitado, agressivo ... Penso que agir dessa forma é ser fraco. Cada um de nós temos tempos diferentes e não somos obrigados a viver de padrões. Até no estilo de vida querem interferir ...isso já é de mais!
ÓTIMO texto!
Sem contar que me senti muito bem no seu espaço, és aconchegante.
*irei visitar com mais frequência, ok?

Abraços e boa semana!

Partida e Chegada disse...

Olá Jeff,

Agradeço sua visita e, mais, as palavras que indicam que "sentiu-se bem" neste espaço. Não poderia "ouvir" coisa melhor, já que o objetivo do blog não é atrair audiência ou angariar anunciantes. Nossa idéia é ajudar e fazer refletir, mesmo que a um só indivíduo. Mas temos conseguido mais e isto nos traz um enorme contentamento. Muito obrigado. Marcos

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo