24 de mai de 2008

MENSAGEM DE AMOR DE PAULO (JUCA)

queles que sempre me amaram...

Quero ser feliz, me desapegar de toda dor e sofrimento, que fizeram parte de meu desencarne. Difícil foi essa luta comigo mesmo, de me agarrar aos meus familiares, pedindo ajuda, de tão grave desencarne.

Sei que tudo isso só me faz sofrer e que abrem brechas terríveis para aqueles, que se comprazem com meu desespero. Deixar o lar, a companheira, filhinha que tanto amo, foi a dor maior, assim como ver o desespero de meus familiares, perguntando sempre o por quê de tão inusitado desfecho. Essas respostas, sei que um dia as terei.

Agora, tenho que seguir em frente, esquecer, para que, deixando a mente vazia, possa realmente encontrar a paz.

Querida irmã, nossos planos para o futuro, estão guardados, para um novo encontro, pois sempre me dizias, que nada se perde, que as ausências são temporárias, assim como as dores. Tua voz, ainda soa aos meus ouvidos, posso sentir tua dor, porém minha querida, não demores tanto nessa lamentação, pois só me fazes sofrer também.

Queria aqui, dizer os nomes de todos os meus afetos, mas creio não ser necessário, pois cada um tem o seu lugarzinho nesse pequeno coração. Se me achaste, eu te achei muito antes, pois nossos pensamentos se cruzaram, neste grande espaço, que é feito de amor, que sempre nos unirá. Não quero comentar sobre o que aconteceu, isso nada me faria voltar e só me deixaria mais perturbado. Tudo tem o seu porque, tudo segue o caminho que deve seguir, por isso querida Nanda, não chores mais, sorria para vida, como sempre fizemos, pois ainda tens um enorme tempo para os que precisam de ti.

Estou me recuperando de meus ferimentos, tanto do corpo como de alma, e entendendo melhor o mundo, do lado de cá. Abraços a todos, a cada um uma beijoca de saudades e carinho. A você, querida, meu eterno obrigado por ser a mais carinhosa e amiga que já tive. Que ninguém fique com ciúmes, pois cada qual tem seu importante papel em minha vida. Com eterno amor."

Assinado : Paulo (Juca)

Data: 17 de abril de 2008.
Local: Centro Espírita Nova Esperança - Mongaguá (SP)

Texto extraído da Comunidade Fala Miguel, no Orkut.
Leia também "O amor continua, sim... E para sempre!"

1 Comentário:

Maria Lúcia Baptista disse...

Grata pela envio desta mensagem, que me deixou muito emocionada.Agradeço á Deus,ao Mestre Amado Jesus, aos Espíritos que tanto me ajudam,ao Centro Espírita Nova Esperança que meu deu a oportunidade de trabalho, e á todos meus amigos, o qual vc também faz parte.Abraços de luz e paz a vc em em seu trabalho iluminativo.
Maria Lúcia Baptista

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo