18 de ago de 2008

BEZERRA DE MENEZES : FILME ESTRÉIA ESTE MÊS


Estréia nacionalmente, no próximo dia 29, o longa metragem "Bezerra de Menezes: o Diário de um Espírito", dirigido pelos cineastas cearenses Glauber Filho e Joe Pimentel. O filme conta a história do deputado e médico cearense que, devido a sua dedicação, ficou conhecido como o "Médico dos Pobres". A data de lançamento marca as comemorações dos 177 anos de nascimento de Bezerra de Menezes.

Além de Carlos Vereza no papel de Bezerra de Menezes, fazem parte do elenco nomes como Lúcio Mauro, Ana Rosa e Caio Blat. A produção é da Trio Filmes, com realização da Estação da Luz (CE) e distribuição da Fox Filmes, e teve locações no Ceará, Pernambuco e Rio de Janeiro.

“O filme conta a história de um homem comum que descobre o espiritismo, mas continua devoto de Nossa Senhora. A gente coloca os fenômenos no filme como algo normal, que não assusta. O público reflete se aquilo está acontecendo ou não”, afirma o diretor que não é espírita, apenas simpático à religião. Ele acredita que o longa serve como uma espécie de gatilho para que se diminua o preconceito contra a doutrina.

Para o cineasta, a mensagem da obra é a forma com que Bezerra de Menezes (1831-1900) levou sua vida. “Ele amava o próximo, se despediu dos valores materiais. É um exemplo a ser seguido por todos. Hoje, as pessoas se divertem com a violência nos cinemas”. Gláuber também declara que outra intenção do trabalho é mostrar que falar de paz e de espiritualidade não é “piegas”, como, de acordo com ele, muitos tratam essa temática. “Queremos mostrar que não é assim. Quebrar esse estigma que foi construído na sociedade brasileira”, explica.

Com um orçamento de cerca de R$2 milhões, "Bezerra de Menezes – O diário de um espírito" é distribuído pela Fox Film do Brasil e pela Globofilmes, tem Carlos Vereza no papel do protagonista e ainda conta com participações de Ana Rosa, Lúcio Mauro e Caio Blat, entre outros. “Quando vimos o Vereza na novela 'Sinhá Moça', percebemos que a barba era igual à do Bezerra de Menezes. Contamos com o fato dele ser espírita também. A partir daí procuramos um elenco que fosse da doutrina ou que transitasse por esse meio”, conta o diretor.

O filme é realizado com tecnologia digital e finalizado em 35mm, e tentará fazer uma reconstituição de época para representar o Ceará e o Rio de Janeiro do Século XIX. A vida do médico espírita será contada com passagens ficcionais e relatos de pesquisadores de sua vida e obra. A pesquisa histórica ficou por conta de Luciano Klein, biógrafo de Bezerra de Menezes, além de pesquisa iconográfica nos principais acervos do país.

1 Comentário:

Ana Maria disse...

Espero ansiosamente pelo filme, e tomara que passe em BH-MG.
Abraços e obrigada

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo