22 de mar de 2009

CHICO XAVIER TEMIA PUBLICAR "NOSSO LAR"

Francisco Cândido Xavier psicografou 436 livros em 75 anos e um deles, "Nosso Lar", lançado em 1943 e que já vendeu quase dois milhões de exemplares, o preocupou antes de editado. Seu autor espiritual se apresentava apenas como André Luiz, médico em reencarnação no Brasil. O jornalista Marcel Souto Maior, no seu livro-reportagem As Vidas de Chico Xavier, comenta : “O texto pegou o mineiro de surpresa. Era diferente de tudo o que ele já tinha escrito. Descrevia o cotidiano numa cidade espiritual próximo à Terra, uma zona de transição fundada por portugueses em algum ponto do espaço, mais perto do Sol do que da Terra, no século 16. Era para ali, ou para comunidades parecidas com aquela, que muita gente ia após a morte. Nada de céu, de inferno, de purgatório. A população, formada por cerca de um milhão de habitantes, vivia às voltas com uma burocracia tão intrincada quanto à terráquea. Os moradores de 'Nosso Lar' se submetiam a regras ditadas por estâncias como a Governadoria Geral e os ministérios da Regeneração, do Esclarecimento e da Elevação".

Marcel considera "Nosso Lar" um marco para o Espiritismo. Convenceu muita gente da necessidade de trabalhar pelos necessitados. Quem se dedicasse à caridade evoluiria mais depressa. Quem ajudasse o outro se ajudaria. Ele conta que Chico Xavier tremeu ao traduzir aquelas lições do outro mundo. Escutava as frases e vacilava com o lápis na mão, perplexo diante do mundo novo. Numa das noites de trabalho, se sentiu fora do corpo e, durante duas horas, ao lado de André Luiz e de Emmanuel, seu instrutor espiritual, visitou uma faixa suburbana da cidade insólita que lhe era descrita. A viagem, uma das maiores surpresas de sua vida, não ocorreu por merecimento, mas por necessidade: só assim ele conseguiria passar para o papel, sem trair a realidade, o clima descrito por André Luiz.

Quando a obra foi publicada, obviamente choveram as críticas. Emmanuel não permitiu que o médium se ofendesse ou as refutasse: "Chico, ressentimento é vaidade. Você não pode exigir que os outros acreditem naquilo em que você acredita. Ninguém está obrigado a seguir a sua cartilha". Décimo nono livro do médium, da série André Luiz vieram depois: Os Mensageiros, Missionários da Luz, Obreiros da Vida Eterna, No Mundo Maior, Agenda Cristã, Libertação, Entre a Terra e o Céu, Nos Domínios da Mediunidade, Ação e Reação, Evolução em Dois Mundos, Mecanismos da Mediunidade, Conduta Espírita, Sexo e Destino, Desobsessão e A Vida Continua...

O filósofo Huberto Rohden chama a atenção para o fato do homem acreditar, mesmo quando afirma só crer naquilo que vê: “Tenho de crer em quase todas as teses e hipóteses da ciência, porque ultrapassam os horizontes da minha capacidade de compreensão.” No final da década de 80, a revista Crescer, da Editora Globo, trazia em suas páginas genial mensagem, simulando uma chapa radiográfica do interior do ventre materno, onde dois fetos, gêmeos, conversavam. Dizia o primeiro:

– Você acredita em vida após o parto?
O segundo respondia:
– Não sei. Nunca ninguém voltou para contar...
Jávier Godinho
A partir do site
Diário da Manhã. Leia texto integral

5 Comentários:

Tania disse...

Amigos deste maravilhoso site, no dia 5/11/2007 meu filho amado retornou a casa de Deus. Desde entao eu fui atras de noticias dele tenho certeza que eu mereci as duas cartas psicografadas que recebi dele, foi um balsamo para meu coraçao tao doido. sou espirita ja acreditava na vida espiritual depois que meu filho voltou para casa de Deus ai tive mais certeza ainda.
Eu me chamo Tania moro em Curitiba recebi as cartas dele aqui na Casa Espirita Capa dos Pobres e um trabalho lindo feito todo ultimo domingo de cada mes com
medium Orlando. A todas as maes que acreditam continuem procurando menssagens dos seus filhos. na hora que o telefone de la pra tocar vai ser maravilhoso.
O site me ajuda tanto vcs nao tem ideia clico todos os dias para ler todas os links
Que Deus na sua misericordia divina abençoes a todos
Obrigada

Partida e Chegada disse...

Desculpe a demora em lhe responder, mas estou viajando e nem sempre disponho de conexão que me permita deixar em dia a correspondência.

Agradeço imensamente teu carinho e sua mensagem de incentivo. Isto demonstra que estamos conseguindo, de alguma maneira, realizar o que nos propomos; servindo como formigas, mas formigas decididas e bem dispostas a ajudar.

Fique à vontade para me escrever, seja pelo endereço pessoal ou do blog. Um forte abraço.

luciano disse...

Quero saber,se um dia ainda vou ver minha cahorrinha saxa,no plano espiritual!

rita disse...

De que fonte vc tirou q os portugueses fundaram nosso lar? Me explica isso por favor?

PARTIDA E CHEGADA disse...

Olá Rita,

O trecho acima foi extraído do livro "As Vidas de Chico Xavier", do jornalista Marcel Souto Maior.

O Editor

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo