20 de mai de 2009

PARECE QUE TODOS MORREM, MENOS A GENTE!


"Walzinha, minha filha querida!
Quanta saudades sinto de você. Éramos uma família bem feliz, não é? Nem sempre tive a cabeça muito no lugar, gostava de jogar bola (era bom nisso); o tio Carlinhos falava : 'O Nelsinho é bom de bola', lembra?

Era meio moleque, gostava de estar com os amigos e a família. Nem sempre estávamos juntos, porque o trabalho exigia que me ausentasse por vezes. Mas eu sempre os levava comigo, em meu coração. Vani, companheira fiel e sempre alegre, Tivemos uma vida simples, mas as alegrias não faltaram.

Wal, não entendi bem quando fui tirado de vocês, mas com o tempo, com muito estudo e fé, compreendi que antes mesmo de estarmos juntos, nos comprometemos e aceitamos uma vida que raramente pode ser mudada. Parti e a deixei. Sofreu e sofri também. As orações que fez por mim foram como um bálsamo e me fez ver que realmente era um ser privilegiado por ser amado assim, como sempre fui. Você nunca me pediu ou impôs condição para me amar. Me amava, simplesmente, por ser boa e por ser melhor e mais evoluída que o pai.

Quero pedir perdão pelas vezes que deixei de ser o pai companheiro que talvez devesse ser. Mas tudo o que fiz foi sem maldade. Sempre fui feliz assim e nunca me aquilo. Preocupei com a morte. Parece que todo mundo morre, menos a gente, né! Agora sei que estava errado e me arrependo por não ter feito mais por vocês, ou a deixado em melhor situação.

Aqui tudo é tranquilo. Passei tempos sem poder dar notícias porque precisava aprender muita coisa, mas agora tive a oportunidade de deixar uma mensagem e lhes dizer que sinto muita falta de vocês. Que eu as amo de todo o meu coração e que sempre que me é permitido as visito e deixo o meu carinho e o meu amor.

A você, Wal, desejo tudo de bom: saúde, paz e muito amor em seu coração. Quero que saiba que nada acaba e que nos encontraremos um dia. A vida e a morte não existem. Existe um lapso de tempo, uma lacuna que nos obriga e permite aprender coisas que não demos importância, para só depois reencontrarmos e voltarmos, melhores, mais maduros e mais 'pé-no-chão'.

Saudades grandes de vocês todos. Que Deus os abençoe e guarde. Estou bem e feliz e, principalmente, em fase de aprendizagem. É como começar a primeira série sem saber ler ou escrever, só que as lições são em relação à alma, ao amor, à caridade, a Deus. Lições que servirão para todo o sempre. Voltarei, se me for permitido, para trazer mais notícias. Fiquem em paz. Oro e peço sempre por vocês. Um beijo carinhoso do pai que te ama muito."

Assinado : Nelson (psicografia)

Data: 14 de maio de 2009
Local: Sorocaba (SP)
Médium: S.A.O.G.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo