1 de mai de 2009

QUANDO DEUS APARECE

Tenho amigas de fé. Muitas. Uma delas, que é como uma irmã, me escreveu um e-mail me contando a maravilha que foi o recital do pianista Nelson Freire no Theatro São Pedro, recentemente. Ela escreveu: Nessas horas Deus aparece.

Fiquei com essa frase retumbando na minha cabeça. Deus não está em promoção, se exibindo por aí. Ele escolhe, dentro do mais rigoroso critério, os momentos de aparecer pra gente. Não sendo visível aos olhos, ele dá preferência à sensibilidade como via de acesso a nós. Eu não sou uma católica praticante e ritualística - não vou à missa. Mas valorizo essas aparições como se fosse a chegada de uma visita ilustre, que me dá sossego à alma.

Quando Deus aparece pra você?

Pra mim, ele aparece sempre através da música, e nem precisa ser um Nelson Freire. Pode ser uma música popular, pode ser algo que toque no rádio, mas que me chega no momento exato em que preciso estar reconciliada comigo mesma. De forma inesperada, a música me transcende.

Deus me aparece nos livros, em parágrafos em que não acredito que possam ter sido escritos por um ser mundano: foram escritos por um ser mais que humano.

Deus me aparece - muito! - quando estou em frente ao mar. Tivemos um papo longo, cerca de um mês atrás, quando havia somente as ondas entre mim e ele. A gente se entende em meio ao azul, que seria a cor de Deus, se ele tivesse uma.

Deus me aparece - e não considere isso uma heresia - na hora do sexo, desde que feito com quem se ama. É completamente diferente do sexo casual, do sexo como válvula de escape. Diferente, preste atenção. Não quer dizer que qualquer sexo não seja bom.

Nesse exato instante em que escrevo, estou escutando My Sweet Lord cantado não pelo George Harrison (que Deus o tenha), mas por Billy Preston (que Deus o tenha também) e posso assegurar: a letra é um animado bate-papo com Ele, ritmado pelo rock’n’roll. Aleluia.

Deus aparece quando choro. Quando a fragilidade é tanta que parece que não vou conseguir me reerguer. Quando uma amiga me liga de um país distante e demonstra estar mais perto do que o vizinho do andar de cima. Deus aparece no sorriso do meu sobrinho e no abraço espontâneo das minhas filhas. E nas preocupações da minha mãe, que mãe é sempre um atestado da presença desse cara.

E quando eu o chamo de cara e ele não se aborrece, aí tenho certeza de que ele está mesmo comigo.

1 Comentário:

Leilian disse...

Perdí meu pai há 3 anos ele nasceu em 03/12/1946 e faleceu em 31/03/2006, gostaria muito de receber uma mensagem dele, pois, a morte dele me traz remorso, mesmo eu não tendo culpa, é que casei e havia 5 meses de casada quando meu pai faleceu e ele tinha bronquite asmática, eu sempre o socorria quando ele estava em crise e nesse dia eu não estava para socorrê-lo, e ele morreu em frente uma farmácia bem próximo de casa foi ele e minha mãe comprar um remédio, inclusive ele foi dirigindo e lá deu uma crise nele e ele pediu para que o atendente da farmácia o socorresse e ele não foi, aí ele mesmo pediu para que o atendente chamasse o SAMU ou Bombeiros ele chamou, mais não deu tempo ele morreu a caminho do hospital! Aí é onde entra minha dúvida se eu estivesse será que meu pai não teria morrido? Isso não sai de minha cabeça, até já falei várias vezes pra minha família minha mãe, meu marido, meu irmão etc...quê se meu pai estivesse morrido no hospital, lógico eu teria sentido muito como sinto até hoje, mais eu não me conformo de meu pai ter morrido daquele jeito e sei que só ele poderá me dizer o que aconteceu, preciso saber se meu pai está bem, se ele sofreu em sua morte, ou se está sofrendo até hoje, por não ter aceitado. Outra coisa quando meu pai morreu eu estava grávida e nem eu sabia, nem meu pai, nem ninguém e meu pai era louco por criança queria muito um neto e meu filho, por incrível que pareça é a cara de meu pai, tanto em traços físicos, como o jeito dele. Obriga
(2/5/2009 4:07:31) - (IP: 189.27.17.238)
Leilian Melo (leilamelo10@hotmail.com)

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo