10 de jun de 2009

ATOR SE EMOCIONA AO FALAR DE CHICO XAVIER



O ator Nelson Xavier se emociona quando fala do médium Chico Xavier. Com 67 anos, o ator vai interpretar o líder espiritual no cinema, com direção de Daniel Filho. O filme — em que Ângelo Antônio viverá o protagonista mais jovem — começa a ser rodado para ser lançado em 2 de abril de 2010, quando Chico completaria 100 anos. Nelson viajou para Pedro Leopoldo e Uberaba, em Minas Gerais, onde Chico nasceu e morou. Em entrevista em sua casa, diante de painel com inspiração oriental, diz que estudar sobre o médium mais famoso do Brasil o reaproximou da mãe, que era espírita e morreu há 10 anos. Acompanhe a seguir, a entrevista concedida ao site "O Dia" e, acima, o emocionado depoimento concedido à Globo Minas.

Como surgiu o convite para fazer Chico Xavier no cinema?

Nelson Xavier — Essa história começou há cinco anos. O Marcel Souto Maior, que escreveu ‘As Vidas de Chico’, me mandou o livro e um bilhete dizendo que gostaria que eu interpretasse o Chico. Li o livro e fiquei estarrecido com o poder de Chico. Nunca tinha me voltado para o fenômeno que é o Chico Xavier, apesar de ter crescido em um ambiente espírita. Isso aconteceu no mesmo ano em que fui ao Festival de Gramado e sentei ao lado de um casal que não conhecia e o cara falou: ‘Você vai fazer Chico Xavier, né?’ Perguntei como ele tinha tanta certeza. E ele disse: “Um passarinho me contou”. Eles eram espíritas. Passei a chamar de sinais. Depois de um tempo, conversei com o Mário Lúcio (Vaz, ex-diretor geral artístico da Globo), ele contou que o Daniel Filho (que vai dirigir o longa) talvez fizesse o filme. Foi a primeira vez que fiz isso na vida: liguei para o Daniel, que é uma pessoa com quem não tenho relação regular, e disse ‘Sei que você vai dirigir Chico Xavier e quero fazer. Se você achar que estou muito velho, eu até faço uma plástica.’ Segui minha vida até que um dia ele me ligou e disse: ‘A resposta é sim’. Quando caí em mim, tive uma crise de choro.

Já tinha tido contato com o espiritismo?

Apesar de minha querida e saudosa mãe ser espírita e me levado ainda quando criança ao centro, de ter visto a materialização, eu não acreditava. Era cético. Na adolescência achei que não tinha que dar bola para essa história.

E como se preparou para o personagem?

Em março fomos para Uberaba, em Minas Gerais, na casa onde Chico morou, e para Pedro Leopoldo (cidade onde Chico nasceu). Lá tem recortes lindos... Delirei, queria morar lá. É um lugar de paz. Todos os lugares que ele frequentou são carregados de uma energia arrebatadora. Nessas visitas tive notícias de muitos colegas que visitavam o Chico. Toda vez que eu falo dele me emociono (fala com olhos marejados) e a figura da minha mãe ficou muito presente, porque ela se foi há uns 10 anos e o Chico me aproximou dela de novo. Conheci as pessoas de lá, os lugares por onde ele passou, as revelações. Foi uma forte emoção. Agora vou fazer uma digressão: não me acho uma pessoa inteligente. Todo mundo se acha inteligente. Eu me acho intuitivo.

Em que sentido?

É me emocionando que conheço as coisas. O Brasil me emociona. Sou um indignado com o país. Jesus me emociona, quando falou há mais de dois mil anos: “Amai-vos uns aos outros como a vós mesmos”. Minha formação é de comunista e acredito na solidariedade humana. Nunca me voltei para esse lado da religião. Mas não posso negar que fui tocado. Espiritismo é uma militância. As pessoas devem trabalhar pelo próximo.

O que mudou em sua vida depois que conheceu a obra de Chico Xavier?

Estou me cobrando para trabalhar em função disso, de ajudar ao próximo. Nunca neguei a existência de energias, de forças. Só que a minha crença era que depois da morte sua identidade acaba. Não acredito mais nisso, agora acho que ainda permanecem indivíduos distintos. É uma coisa forte. Não posso continuar com a atitude que tinha antes. Acredito no progresso da humanidade como todo comunista. É lento, mas há progresso. É o amor que leva a isso. Democracia é uma falsidade.

Voltando ao filme, você frequentou o Lar Frei Luiz, no Rio, para ajudá-lo?

Busquei antes do filme por causa da minha doença (ele tem câncer na próstata), para ver se enfrentava de uma maneira diferente. Isso me ajudou muito a lidar com ela com mais tranquilidade. Foi por uma bobeira. Nunca fui de excessos. Se não tivesse sido ignorante, teria evitado. Fui acolhido pelo Carlos Vereza, que me encontrou no Frei Luiz. Lá, é um lar de caridade e muito amor.

Você disse que as pessoas o confundiam com o Chico por conta do mesmo sobrenome. Isso te incomodava?

Ficava indignado. Eu me sentia desqualificado porque ignorava quem era Chico Xavier. Hoje essa ordem inverteu: me sinto elogiado. Se eu soubesse quem era me sentiria enobrecido.

Qual foi a reação das pessoas quando descobriram que você viveria Chico Xavier?

Tanto as pessoas de Uberaba, quanto o Daniel acham que, por eu não ser comprometido com o espiritismo, vejo com mais amplitude. É um olhar de quem é de fora. O filme vai ser um sucesso não só no Brasil quanto internacionalmente. O Chico é uma pessoa de importância equivalente ao Alan Kardec. É tido como reencarnação do Kardec. O Chico vai dar uma força. Ele é uma das pessoas mais queridas e conhecidas no mundo, mais que o Pelé.

E como foi o contato com Eurípedes, filho adotivo de Chico Xavier?

Ele é uma pessoa recatada, reservada, não é expansiva. Guardou 22 ternos do pai e todas as outras roupas e ainda me deu três ternos. Trouxe aquilo na viagem feito um manto sagrado. Fiquei com um terno, que é inglês, lindo (risos), e dei os outros para a produção. São roupas que vou usar no filme. Eu me senti o máximo com a roupa dele. Coube em mim, só fiz alguns ajustes. Mas era como se fosse meu...

Artigos relacionados:
Locações e trailer do filme
Angelo Antonio visita Uberaba
Diretor será Daniel Filho

6 Comentários:

Anônimo disse...

que absurdo, essa merda CAUSOU mais de 6 MILHOES DE ASSASSINATOS DE JUDEUS, esse porra desse hitler só fez merda ele nao era um ser humano, olha o nivel que ele chegou, torturas, campos de exterminios por causa da religiao, cor racial, quantas familias foram destruidas! e se algum guarda nazista visse voce e nao gostasse era um tiro na cabeça e pronto menos um merdinha pra atormenta a vida deles, é um horror!
(11/6/2009 1:00:55) - (IP: 200.158.172.206)

Lídia Maria disse...

Estou com o coração partido de dor ,pois meu marido desencarnou no último dia 04. É uma dor lá no fundo mas que tenho certeza de que estou sendo amparada e confortada pelos nossos irmãos do plano espiritual e pelos nossos amigos daqui que estão me dando a maior força. Eu não suportaria mais vê-lo na UTI sofrendo e eu não podia fazer nada. Entreguei ele a Jesus e ele foi embora sereno.Está sendo muito difícil,pois foram 42 anos de união, de aprendizagem e de experiências que nos enriqueceram espiritualmente. Conto com sua orações para o amparo e fortalecimento dele e nosso aqui.O nome dele Antônio de Campos . Muito obrigada. Lídia Maria

Fausta Machado disse...

Estou procurando mais informação sobre este irmão, que a pouco tempo vem cooperando comigo, na minha evolução mediunica.
Ele é bastante companheiro nas suas mensagens e transbordada gratidão pelo Bem Divino, como ele trata.
Obrigada pela informaçoes.
Fausta
(10/6/2009 0:27:22) - (IP: 187.25.54.157)

Alexandre disse...

Durante muito tempo, creio que uns 10 a 13 anos, aos domingos pelas 19 horas, Chico participava de uma reunião na casa dos pais de seu Médico Dr. Euripedes Vieira. A casa era do Sr. Valdemar Vieira e sua esposa D. Amália, tios de minha mãe. Eu era menino e acompanhava minha avó algumas vezes. Lá vivi algumas cenas interessantes. Uma delas é que uma dia uma mulher chegou falando sobre a igreja católica, criticando, etc. Estava passando o Fantástico com o anuncio da eleição do novo papa, após a morte do joão paulo I, e a mulher dizia não querer ver aquilo na tv. Depois de tanto gasto e de tanta falsidade ela queria na verdade que o mundo olhasse para o chico que era o nosso papa, o papa do espiritismo. Ai todos falaram, outros comentaram e alguns até concordaram com ela. O Chico em sua simpliscidade e sabedoria disse a todos: eu fui coroinha, amo a igreja e respeito os irmãos menos esclarecidos que ainda não compreenderam as informações do alto. A nossa irmã está enganada. Esse homem que assume a cadeira de São Pedro, segundo nos fala o nosso irmão Emmanuel, será o grande peregrino de Cristo.
Ele unificará o mundo. Virou-se para mim e disse. Alexandre, vc sabe meu nome?
eu disse: sim, é chico. Ele falou: não filho, quero o meu nome completo, vc sabe?
eu disse: sim, é FRANCISCO CÂNDIDO DE PAULA XAVIER. Ele então disse: Compreendi que não podia permanecer com esse nome. Sou só o chico. Aliás o que está errado. Na verdade sou apenas um cisco. CISCO XAVIER. GRANDE CHICO.
(9/6/2009 21:13:15) - (IP: 200.170.131.171)

Sandra disse...

agradeço ao médium João de Deus por tudo que fez e esta fazendo por mim minha vida mudou muito depois que conheci o Médium João de Deus e agradeço principalmente as entidades.Hoje eu vejo a vida de uma outra maneira só enxergo as coisas boas.Obrigada a todos da Casa de Dom Inácio e ao Médium João de Deus.
(9/6/2009 8:49:00) - (IP: 189.96.98.10)

Antonio disse...

Ola, moro na China ha 5 anos e preciso de marcar uma consulta com o Joao de Deus, pra um amigo que esta precisando de ajuda URGENTE.
Obrigado
Antonio
(8/6/2009 1:07:15) - (IP: 116.77.131.127)

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo