19 de jul de 2009

O MISTÉRIO DA EXPERIÊNCIA FORA DO CORPO

A teoria da invasão MRO para as esperiência de quase morte explica as aparentes alucinações que acompanham as EQMs, ao passo que outro aspecto continua sendo um mistério. Como uma pessoa pode ver seu corpo depois de ter morrido? Embora as experiências fora do corpo tenham sido, algumas vezes, relatadas como parte de experiências de quase morte, elas também podem acontecer sozinhas, indicando que são diferentes das EQMs.

Life after death
Foto cedida Dreamstme
Uma pesquisa mostra que diferentes partes
do cérebro podem ser responsáveis pelas experiências fora do corpo e pelas experiências de quase morte

Isso foi descoberto em uma pesquisa quase acidental. Para descobrir a causa dos ataques epiléticos (em inglês) de uma paciente de 43 anos, o neurologista suíço Olaf Blanke fez um teste de mapeamento cerebral usando eletrodos plantados no cérebro para determinar que área controlava determinadas funções. Enquanto uma região era estimulada, a mulher teve uma repentina experiência fora do corpo. Ela disse para Blanke que pôde ver seu corpo por cima [fonte: New York Times].

Blanke determinou que, ao estimular eletricamente o giro angular, uma parte da junção temporal parietal, ele poderia induzir EFCs. O que é extraordinário é que a paciente experimentou uma EFC a cada vez que seu giro angular foi arbitrariamente estimulado.

A qualquer momento o cérebro é atingido por informações. Como resultado, ficamos insensíveis às visões e sons em nosso redor, como o zumbido de uma lâmpada fluorescente. A junção temporal parietal (JTP) é responsável pela classificação e organização dessas informações em um pacote coerente.

A JTP também é a região que controla a compreensão que temos de nosso próprio corpo e de sua situação no espaço. Blanke acredita que um problema nessa região é o que causa as EFCs. Se qualquer uma das informações que está sendo classificada pela junção temporal parietal ficar cruzada, então aparentemente podemos nos desprender dos limites de nosso corpo - mesmo que apenas por um momento.

Tanto a teoria de Blanke como a da Universidade de Kentucky explicam as EFCs e EQMs, mas e quando juntamos as duas para uma explicação para experiências como a de Pam Reynolds? Isso ainda não responde como ela e outras pessoas se viram fora de seus corpos enquanto se encontravam em estado de morte cerebral.

As EQMs podem ser um resultado da invasão MRO, ativada no tronco cerebral, mas as EFCs são controladas por uma região da parte superior do cérebro, que está clinicamente morta quando as EQMs acontecem. Além disso, parece lógico acreditar que a parte superior do cérebro ainda precisa funcionar para interpretar as sensações produzidas pela invasão MRO acionada no tronco cerebral.

Mesmo que a combinação da teoria da Universidade de Kentucky e a de Blanke não explique as EQMs, isso não significa que elas estejam erradas. Pesquisas em uma área sempre levam a atalhos em outras. Talvez descubramos que uma função orgânica pode estar por trás das EQMs.

Se a neurologia aparecer com a explicação definitiva para as EQMs, o mistério ainda pode continuar. A ciência poderia explicar o "como", deixando o "porquê" sem resposta. Descobrir uma explicação para as EQMs pode abrir uma porta para o mundo metafísico, que poderia ser muito explorada pela ciência.

Como o físico dr. Melvin Morse escreveu, "o fato de as experiências religiosas (em inglês) serem baseadas no cérebro, não diminui seu significado espiritual. Na verdade, pode-se argumentar que as descobertas de substratos neurológicos em experiências religiosas fornecem evidências de sua realidade objetiva" [fonte: Morse (em inglês)].

Josh Clark. "HowStuffWorks - A ciência explica a vida após a morte?". Publicado em 23 de outubro de 2007 (atualizado em 15 de janeiro de 2009) http://pessoas.hsw.uol.com.br/ciencia-vida-apos-morte1.htm (20 de julho de 2009)

7 Comentários:

Dalila disse...

Meu amor desencarnou no dia 14 de maio, era aniversário de sua filha de 12 anos. Faleceu ao meu lado na cama, enquanto descansava durante a tarde. Deve ter sido um ataque cardíaco, não levou mais que um minuto. E agora estou eu aqui, só sei pensar nele, foram 12 anos de casamento de muito amor. É MUITO RESCENTE...e a saudade só aumenta. Temos 3 filhas, tenho medo de não suportar...precisava de um alento dele...qualquer coisa...ele sempre me dizia que tínhamos muita vida pela frente, mas se foi...e agora...será que algum dia volto a sorrir? A felicidade volta?
(24/5/2009 21:31:09) - (IP: 201.14.59.16)
Dalila Grollmann (dali.lag@hotmail.com)

Lucineia disse...

gostaria de receber uma mensagem psicografada ,meus pais já morreram, meu 1 marido tbm morreu,queria uma mensagem deles,ou uma mensagem do que devo fazer em minha vida ,brigo muito c/ minha filha menor ,queria uma ajuda espiritual,as veze fico sem chao ,tenho vontade de deixar ela e i embora p/ outra casa ,me de uma palavra que possa resolver meus probrema obrigado
(22/5/2009 23:18:38) - (IP: 189.79.198.206)
lucineia (luci_neia99@hotmail.com)

Carlos Novais disse...

Continue orando, perdi uma filha no dia 27/06/2008 com 21 anos de idade e só com muita oração estou conseguindo viver.
Se quizer conhece-la, entrar no youtube e na busca digitar Fernanda uma Guerreira.
Tenha muita fé.
Abraço,
Carlos Novais
(22/5/2009 20:18:52) - (IP: 189.13.146.104)
Carlos Augusto Novais (ca_novais@hotmail.com)

Jucieila disse...

EU ACREDITO PROFUNDAMENTE NA VIDA APOS A MORTE .A SAUDADES QUE SENTIMOS DE ENTES QUE SE FORAM E COMO ELES FICAM VENDO SEUS ENTES SOFRENDO COM SUAS AUSENCIAS,FAZ 2 ANOS QUE PERDI MINHA MAE MAIS A SAUDADE E TAO INTENSA QUE NAO TEM COMO EXPLICAR AQUELA SENSAÇAO DA PRESENÇA ESPIRITUAL. PROCURO UM CENTRO KARDCISTA PARA TER UM CONFORTO .ACREDITO UM ESTUDO MAIS APROFUNDADO
(21/5/2009 15:44:46) - (IP: 200.191.112.33)
JUCIEILA (eila7@yahoo.com.br)

Sonia disse...

mas nenhum de nos consegue esquecer um ao outro
(1/7/2009 23:07:16) - (IP: 201.50.80.184) SONIA (sonialuizab@hotmail.com)

Anônimo disse...

há que se testar eletroencéf. nos indivíduos saudáveis que provocam EFCs por vontade própria e observar se há alterações na referida area do cerebro. Mas há muito a se explicar e penso que a ciência, tal como é, não será capaz de explicar fenomenos tais como : movimento de objetos, encontros astrais, clarividencia, premonições, curas, retrocognições, etc. mesmo sabendo que há muito embuste, farsa, eu ja presenciei e vivenciei fenomenos que temos que ter humildade para dizer que não sabemos explicar !

Anônimo disse...

tenho que falar com uma pessoa sei que ela esta aki...tento a muito tempo fazer EFCs mas não tive Sucesso. viniciussites@hotmail.com

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo