27 de mai de 2010

ATOR QUE INTERPRETOU 'CHICO-CRIANÇA' É MÉDIUM EM NOVELA

Num primeiro olhar, Matheus Costa até parece um menino normal: é agitado, gosta de futebol e vive falando de seu melhor amigo. Mas, no último ano, o dedo do destino (?) escolheu o ator, de 12 anos, para traçar uma estrada iluminada em sua carreira. Ele está em cartaz nos cinemas como intérprete do médium mais importante do Brasil, no recordista ‘Chico Xavier’. E, na TV, cativa como Tadeu, garoto que tem premonições e vê espíritos na novela ‘Escrito nas Estrelas’, um sucesso das 18h — a última média do Ibope, em todo o Brasil, foi de 29 pontos, considerada excelente para o horário.
Católico, Matheus já tem sofrido os efeitos da coincidência espiritual. Na escola, é abordado pelos coleguinhas por conta de seus supostos dons. “Outro dia, o pessoal inventou de chamar aquele fantasma da loura do banheiro na hora do recreio. Fizeram de tudo para vê-la, mas nada. Aí, no final, todo mundo olhou pra mim, decepcionado: ‘Pô, você não vai fazer nada?’”, diverte-se o ator, que diz acreditar em vida após a morte, mas “lá com as minhas dúvidas”.

E se nos bastidores de ‘Chico Xavier’ alguns acontecimentos sobrenaturais assustaram marmanjos, como Ângelo Antônio e Nelson Xavier (intérpretes de Chico em outras fases da vida), Matheus jura não ter se abalado. “Não tive medo de ver espíritos. O que me entristeceu foi vivenciar o sofrimento passado por Chico na infância...”, lembra ele, que não sabia nada sobre o médium antes da preparação para o filme. “Eu já tinha ouvido falar desse nome, mas não conhecia sua história. Quando soube do teste, pesquisei no Google e li tudo que encontrei”, conta o menino, filho mais velho entre três irmãos.


Mãe e acompanhante fiel do ator, Leila Costa ressalta a sensibilidade de Matheus ao conhecer a difícil infância de Chico Xavier. “Tiveram que fazer uma maquiagem na barriga dele simulando os ferimentos causados pelas garfadas dadas no médium por sua madrinha. Nesse dia, ele sumiu do estúdio, passou supermal, como se estivesse vivenciando realmente a dor da tortura sofrida por Chico”, revela Leila, que relembra ainda outro momento do filho: “Quando era bem pequeno, vimos Matheus brincando e interagindo com o vazio. Meu pai havia acabado de morrer e cismei que ele estava ali”.


A sequência de papéis iluminados tem aumentado a fé da família. “Fico arrepiada de pensar nas coincidências”, diz Leila, que afirma que a participação em ‘Chico Xavier’ não interferiu na escolha para a novela. “Já estava gravando as cenas como filho do Marcelo Faria quando ele e os outros souberam do filme”, conta o menino que, hoje, nos estúdios da Globo, é chamado de Chico Xavier.


Fotos: Deisi Rezende e Divulgação

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo