28 de mai de 2010

FILME SOBRE CHICO XAVIER PODE TER CONTINUAÇÃO

Mais de 3,4 milhões de pessoas já assistiram ao filme Chico Xavier após cerca de oito semanas de exibição nos cinemas de todo o país. O faturamento já está próximo dos R$ 30 milhões e a produção do longa-metragem comemora os resultados, que podem até gerar a continuação da história, como ocorreu em Se Eu fosse Você 2, outra produção dirigida por Daniel Filho.

Para Júlio Uchoa, produtor executivo do filme, o desempenho atendeu às expectativas. “A repercussão foi excelente e o projeto teve êxito total. A propaganda e os comentários feitos pelos espectadores superaram nossas projeções e fizeram o longa ser este sucesso que está aí”, avalia, lembrando que Chico Xavier continua entre os top 5, ou seja, um dos cinco filmes mais assistidos no Brasil. Atualmente, ele está na quinta colocação deste ranking, atrás de Alice no País das Maravilhas, Robin Hood, Homem de Ferro 2 e A Hora do Pesadelo, nesta ordem.

O longa dirigido por Daniel Filho, que mostra momentos da vida do líder espírita que viveu e morreu em Uberaba, também liderou esta classificação nas primeiras semanas de exibição. Em abril, a média de espectadores por fim de semana foi de 200 mil. No entanto, nos últimos fins de semana esta média está inferior a 60 mil.

Mesmo assim, entre os dias 14 e 16, quando foi feito o último levantamento oficial, o longa obteve renda de R$ 596.631. Não à toa, os produtores e o diretor de “Chico Xavier” reuniram-se com a equipe e parte do elenco no último fim de semana. “Fizemos uma recepção para brindar este momento especial. Também vamos lançar o DVD do longa em no máximo três meses, com making off das gravações e comentários do diretor”, revela Uchoa. “E, agora, o filme começará a chegar a cinemas instalados em novas praças, para que todos, inclusive de cidades menores e situadas no interior dos Estados, possam assistir”, completa.

O produtor executivo de Chico Xavier informa que o projeto inicial de Daniel Filho não prevê o desenvolvimento de Chico Xavier 2, mas admite que o personagem permite esta criação. “O assunto alastrou em todo o país e tem gerado várias outras produções, inclusive de outros filmes, sejam baseadas na história do médium ou mesmo do Espiritismo. Portanto, nada impede que façamos uma continuação deste filme, mas não de imediato. Afinal, Daniel Filho ainda tem mais dois filmes para desenvolver de agora em diante e uma série na Globo chamada ‘Os Cariocas’, que começará a ser produzida”, ressalta Uchoa. “No caso do Se Eu Fosse Você, Daniel Filho também não elaborou a continuação logo em seguida, mas três anos depois dirigiu o segundo filme”, finaliza.

3 Comentários:

pholanda disse...

Obrigado a todos simpatizantes.

Sou espirita e um pouco de vidência, gostaria em sempre haver uma comunicação a esse informativo, gosto muito em ler todas essas mensagens mais me ligo muito em depoimentos e como é bom saber viver pelo outro lado da vida, mesmo em que seja até virtual.

Mel Gama disse...

Marcos, acaso vc sabe se alguma parcela deste dinheiro vai para a FEB ou algo do gênero? Sei que muitos atores que participaram são espíritas e abrem mão do salário para a divulgação da Doutrina.
Daí fiquei pensando sobre a utilização dos recursos arrecadados - obras, creches, FEB, etc... Gostaria muito de saber e, como sou fuxiqueira, vou no blog deles perguntar! :D
Beijosssssssss

JUNIOR OMNI disse...

A MENTIRA DOS ESPÍRITAS

João Batista era mesmo a reencarnação do profeta Elias ?

* João Batista era Elias?
Autor: Prof. João Flávio Martinez
Publicado em : Terça, 15/05/2007


Dizem os espíritas: João Batista era Elias... João podia, pois, ser Elias reencarnado, mas não ressuscitado... (O Evangelho segundo o Espiritismo, pg. 59, edição 258º, Editor Instituto de Difusão Espírita, 2000).


Quem quiser estudar a Bíblia terá que seguir uma regra básica de interpretação que é: “A Bíblia interpreta a própria Bíblia”. Portanto, somos impedidos de lançar mão de interpretações subjetivas para consubstanciar as nossas próprias idéias.

Os Espíritas, como eles mesmos afirmam, interpretam a Bíblia a seu bel-prazer e de acordo com convicções pré-concebidas. Entretanto, não é assim que se faz para se tirar uma real interpretação.

É preciso analisar o texto e o seu contexto, de Gênesis a Apocalipse e depois concluir o que realmente diz a Bíblia.



Se você quer entender sobre o tema referido pegue uma Bíblia e nos acompanhe em nessa explicação, pois para os evangélicos toda a Bíblia é inspirada e não usamos somente o que interessa como fazem os espíritas.



Não existe “reencarnação”

O Espiritismo é uma farsa diabólica!

“...Aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disso o juízo...”

Hebreus 9:27


Sobre João Batista, diz Lucas 1:17: E irá adiante dele no espírito e poder de Elias, para converter os desobedientes à prudência dos justos e habilitar para o Senhor um povo preparado. Isto não quer dizer, de forma nenhuma, que João fosse Elias, mas que no seu ministério profético, haveria peculiaridades do ministério de Elias.

De fato, a Bíblia não trata de nenhum outro caso de dois homens tão parecidos como João Batista e Elias. Lembra o refrão popular: Tal pai, tal filho. Isto não quer dizer que o filho seja absolutamente igual ao pai, ou que seja a reencarnação do outro, mas sim, que existem hábitos comuns a ambos.


PONTOS A CONSIDERAR


Dentre as muitas razões porque cremos que João Batista não era Elias, queremos citar os seguintes:

1. – Os judeus criam que João Batista fosse Elias ressuscitado, não reencarnado (Lucas 9.7,8).


2. – Se a reencarnação é o ato ou efeito de reencarnar, pluralidade de existência com um só espírito, é evidente que um vivo não pode ser reencarnação de alguém que não morreu. Fica claro assim que João não era Elias já que este não morreu, tendo sido arrebatado vivo para Deus (II Reis 2.11).


3. – João Batista disse abertamente, sobre essa questão, quando lhe perguntaram: “És tu Elias?”, ele respondeu desembaraçadamente: “Não sou” (João 1.21). Parece que, se a reencarnação existe, João Batista foi um dos que nunca creu nela.


4. Se João Batista fosse Elias, no momento da transfiguração de Cristo teriam aparecido Moisés e João (que já era morto também) e não Moisés e Elias (Mateus 17.1-8).

Fica mostrado, portanto, que a Bíblia não apóia a absurda teoria espiritista da reencarnação. Até mesmo os chamados “fatos comprovados” de reencarnação apresentada pelos defensores do Espiritismo, não provam coisa alguma.

___________________________________




Não existe “reencarnação”

O Espiritismo é uma farsa diabólica!

“...Aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois disso o juízo...”

Hebreus 9:27

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo