24 de jun de 2010

MORREMOS PARA A VIDA, NÃO PARA DEUS


"Aos poucos vou compreendendo que a vida terrena já não faz parte de minha existência e que meu lar se encontra em outra dimensão.
Tive uma enorme vontade de não seguir adiante e voltar para o lar onde vocês se encontravam em lamentos e lágrimas.

Queria tanto confortá-los, mas não pude, minhas condições eram precárias e mal pude caminhar. Pedi auxílio para que pudessem me levar ao lar querido, mas a paz se fez em meio ao medo e a escuridão, assim fui recolhido a um hospital onde seres pareciam estar acima do chão, de tão leve eram suas passagens. A vida me trouxe de volta, pois morremos para a vida, que não cessa e nos traz de volta ao lar de Deus.

Muito terei que me cuidar, recompor meu corpo, marcado pelos ferimentos e pelas minhas revoltas e ódios, àqueles que causaram tão grande aflição.
Nada posso dizer, pois tudo vai se apagando de minha mente, necessário para que possa realmente me curar e ser enfim alguém feliz e em paz.
Assim como eu, peço que também encontrem o caminho da paz e da esperança de novos dias, somente assim serão felizes.

Com toda saudade e com todo meu amor."

 Assinado : Douglas (psicografia)

Data: 08 de abril de 2010
Local : Mongaguá (SP)
Médium: M.L.BImagem: Flickr. Autor: h.hoppdelaney

3 Comentários:

Elisabeth disse...

gostaria de agradeçer voces ,estao muitos certos mesmo,porque quem pé espirta entende nao é assim para se receber uma carta pois tem que haver uma permissao la emcima, eu só tentei porque caso ele chegue até voces com certeza e que tipo de noticia vou receber gostaria sim de receber ,eu como espirita entendo bem e sei tudo que podem estar passando,mas adoro e vou continuar no site de voces, muito obrigado pela sinceridade de voces isso é serem espiritas mesmo,fiquem com a DEUS,mas considerem como meu irmaos
abraços fraternos
elisabeth heitmann

Schirley disse...

Mesmo com a demora foi de grande valia a resposta que enviaram. Posso imaginar a grande demanda de perguntas que voces obtem por dia. Neste tempo em que passou começei a refleti muitas das minhas atitudes, e cheguei a conclusão: eu havia rompido relação com meu avô e minha avó, na verdade meu pai e minha mae, ja que eles que me criaram. Rompi com o orgulho e os procurei, dado alguns meses apos a reconciliação, minhã vó-mãe ficou doente, e ate hoje venho ajudando eles, e eles me ajudando....e sem preceber minha fobia noturna foi diminuindo ate que não as tenho mais. Era na verdade um chamado, um aviso que eu estava fora do caminho, que havia algo muito errado na vida que eue estava levando, então resolvi dedicar me aos meus pais, a minha filha, aos meus estudos, e as orações, e a colocar Deus acima de qualquer coisa, porque hoje eu sei , meu coração sente, que das vitórias que possuo, só as tenho porque Deus me permitiu tê-las, e eu sabiamente soube aproveitar.
Mas a vida é uma escola, sempre aprendendo, Orai e vigiai, SEMPRE, e sempre buscar esvoluir, mesmo que nossa natureza humana nada justa nos forçe a sermos mau. buscar o bem e perdoar.

Schirley

Jerusa disse...

Fico grata pelo retorno.
Gostaria de manifestar minha compreensão em relação à não receber as solicitações.
Infelizmente algumas pessoas desmerecem o trabalho de outros e acabam por prejudicar
outros e a si mesmos.

Leio o blog quase que diariamente e considero fabuloso o trablaho de vocês. Ouço
de muitas pessoas de comunidades espíritas da dificuldade de comunicação com os entes
que se foram e compreendo que "se tem que ser, será".
Por outro lado, entendo a frustração e angústia dos que buscam incessantemente a
comunicação e não conseguem, o que de forma alguma lhes dá o direito de cobrar
algo de alguém.

De qualquer forma, agradeço a atenção.

Jerusa

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo