12 de ago de 2010

ORAÇÃO DA SERENIDADE : SABEDORIA ALCANÇADA PELA PAZ

“A serenidade é uma sensação interior profunda de que tudo está bem” (Philip St. Romain)

Na semana passada falei aqui sobre a "Oração da Serenidade" em algumas reflexões sobre os problemas da vida. E o interesse dos leitores me fez voltar ao tema para algumas informações adicionais. Todos sabem que a breve versão da "Oração", tornou-se uma das mais apreciadas no mundo todo. Ela pode ser encontrada nas mais variadas formas, como marcadores de páginas de livros, placas, adesivos de pára-choques e antologias de poesias inspiradoras. 

Milhões de pessoas a rezam todos os dias nas reuniões de recuperação dos "Doze Passos" -- alcoólicos anônimos e outros dependentes --, e outros milhões a utilizam para enfrentar os problemas estressantes da vida. Em poucas palavras, ela sintetiza uma sabedoria intemporal, colaborando assim para que a mente e o espírito se voltem mais decisivamente para uma profunda união com Deus.

A versão mais extensa da Oração da Serenidade (transcrita ao lado) não é muito conhecida, talvez por ser mais difícil de lembrar e de rezar do que a versão mais breve. Philip St. Romain afirma no prefácio de seu livro "Oração da Serenidade", da Verus Editora: “quando li pela primeira vez essa versão mais longa, fui imediatamente tocado pela perspicácia e sabedoria que encerra, e então a decorei”.

Philip pesquisou em bibliotecas e na Internet e, apesar de não encontrar a história inteira da Oração, descobriu que ela pode ser atribuída a Reinhold Niebuhr (1892-1971), teólogo protestante que lecionou durante anos no "Union Theological Seminary". As linhas iniciais da Oração constituem a base de um sermão que ele fez em 1934.

O autor afirma que depois da "Oração do Pai Nosso", a "Oração da Serenidade" é aquela em que ele mais confia como guia em sua jornada espiritual.

Autoria polêmica

Segundo o livro "Os Três Legados de Alcoólicos Anônimos", “ninguém pode dizer com segurança quem primeiro escreveu a 'Oração da Serenidade'”. Alguns dizem que ela veio dos antigos gregos; outros acham que ela saiu da pena de um poeta anônimo inglês; ainda outros acham que foi escrita por um oficial da marinha americana; e há alguns que afirmam ser Reinhold Niebuhr o autor.

Uma coisa é certa: a "Oração da Serenidade" revela uma sabedoria de vida, que, se cultivada, revela o melhor da existência humana.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo