4 de out de 2010

LUTO : COMO SUPERAR A DOR DE UMA PERDA


Destaque da Matéria
"Deus dá a quem pode segurar. Eu vou
aguentar, mas vou transformar essa dor
imensa numa coisa linda", Cissa
Guimarães, atriz
Foto: Fabio Guinalz / AgNews
Não é verdade! Por que comigo? Tudo me lembra ele. Quem já perdeu alguém querido sabe que essas ideias passam pela cabeça. Cada uma num momento: negação, revolta e desespero, esperança.

Cissa Guimarães está na fase do choque. "Vou voltar a ser feliz", prometeu a atriz no programa Fantástico do dia 8. Depois de perder o filho Rafael, de 18 anos, atropelado no dia 20 de julho, a atriz reconhece que o luto é necessário. "Essa dor é para ser vivida, não ignorada", afirma Maria Helena Pereira Franco, fundadora e coordenadora do Laboratório de Estudos e Intervenções sobre o Luto, da PUC-SP.

Ninguém está dizendo que é fácil, que a tristeza tem prazo para acabar ou que tudo vai ser como antes. "A dor isola a pessoa", diz a pedagoga Alice Lanalice, fundadora da Associação Brasileira de Apoio ao Luto. Manter a esperança é fundamental, aceitar a morte como parte da vida e tentar adaptar essa falta ao seu dia a dia. Tente encontrar aqui palavras de força que ajudem nesse momento.

Entrevista ao Fantástico


- "Só consigo pensar no Rafa sorrindo, lindo! Pensar nele me dá muita saudade, mas me dá força"

- "Não quero que ninguém que não viveu isso imagine nada, porque é tão horrível que não quero"

- "Tem essa história de que Deus dá a dor a quem pode segurar. Eu vou aguentar, mas vou transformar essa dor imensa numa coisa linda. Pode deixar, Rafa, me dá um tempo. Eu sei que ele não gostaria de me ver chorando"

- "Acho que nunca mais eu vou rir daquele jeito. Mas não faz mal. Mesmo que eu não gargalhe tanto, talvez sorria mais. Vou rir com mais sabedoria"

- "Meu compromisso com a vida é com a felicidade. E eu vou voltar a ser feliz. Já estou (voltando a ser feliz). Olho pro meu neto e é uma grande força. Meus filhos lindos"

- "Na peça, passo 1h20 em que a Beatriz (sua personagem) me dá força. Muito obrigada a todos, do fundo desse resto de coração que me sobrou" 

A partir do site Ana Maria. Leia no original

2 Comentários:

Mel Gama disse...

Sou extremamente fã da Cissa - não só pelo seu talento mas por termos praticamente a mesma idade. Fico imaginando se eu teria a mesma força que ela se acontecesse algo do tipo dom meu filho - provavelmente não. Já passei por vários momentos com ele de perigo intenso e a dor é indescritível.
Fica a minha aliança e o desejo de que esta força perdure.
Beijão
Mel

sobrinho disse...

Que Esperança Há Para Entes Queridos Falecidos?
“Morrendo o homem, porventura tornará a viver?”, perguntou Jó muito tempo atrás. (Jó 14:14, Almeida) É possível que você também já se tenha perguntado a respeito. Como reagiria se soubesse que é possível um reencontro com seus entes queridos, aqui mesmo na terra, sob a melhor das condições?
Ora, a Bíblia promete: “Os teus mortos viverão . . . eles se levantarão.” E ela diz também: “Os próprios justos possuirão a terra e residirão sobre ela para todo o sempre.” — Isaías 26:19; Salmo 37:29.
Para termos verdadeira confiança nessas promessas, temos de conhecer a resposta a certas perguntas básicas: Por que as pessoas morrem? Onde estão os mortos? E como podemos estar certos de que poderão viver novamente?
A Morte, e o que Acontece ao Morrermos
A Bíblia esclarece que Deus originalmente não intencionava que as pessoas morressem. Ele criou o primeiro casal humano, Adão e Eva, colocou-os num paraíso terrestre chamado Éden, e instruiu-os a terem filhos e a estenderem seu lar paradísico até cobrir toda a terra. Eles morreriam apenas se desobedecessem às instruções de Deus. — Gênesis 1:28; 2:15-17.

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo