1 de out de 2010

MÉDIUM USA BISTURI SEM LÂMINA EM SUAS 'CIRURGIAS'

Em uma noite, 3.000 pessoas são "consultadas" pelo médium João Berbel, que diz receber o espírito do médico Dr. Alonso
Auxiliado por voluntários (de branco), o médium João Berbel (de jaleco azul) consulta fiéis
Cerca de 3.000 pessoas se aglomeram em uma sala de espera, corredores e filas que vão até a rua. Muitos com graves problemas de saúde aguardam por consultas. A cena poderia ser em um hospital, mas trata-se de uma chácara na periferia de Franca, que se tornou um dos principais pontos do país de peregrinação por curas espirituais na atualidade.

A multidão que busca atendimento no IMA (Instituto Medicina do Além), em Franca, reflete, em parte, a "onda espírita" que neste ano ganhou força no país.

Na última quarta, quando as 3.000 pessoas aguardavam em Franca, os cinemas computavam a marca de dois milhões de espectadores do filme "Nosso Lar" em 13 dias de exibição, um recorde.

Baseado em um livro psicografado pelo médium Chico Xavier, "Nosso Lar" é mais um exemplo de como a vida após a morte desperta o interesse do brasileiro. Em abril, multidões já haviam ido aos cinemas para assistir ao filme "Chico Xavier".

"Sempre que há algo assim [filme com tema espírita], faz aumentar a procura aqui também", disse o vice-presidente do IMA, Marcos Afonso de Almeida, 44.

Em Franca, a peregrinação de fiéis de várias partes do país tem como foco as consultas e "cirurgias" feitas pelo médium João Berbel, 55.

Ele afirma incorporar o espírito do médico Ismael Alonso y Alonso, que foi prefeito de Franca na década de 1950 e morreu em 1964.

Na última quarta, a Folha acompanhou consultas pelas quais passam os que se preparam para as cirurgias.

Todos que chegam ao IMA são alojados em um amplo salão de espera que lembra uma igreja, onde músicos tocam canções religiosas.

Em uma sala separada, antes de iniciar as consultas, Berbel comandou uma reunião com aproximadamente cem auxiliares. Falou sobre fé, caridade e amor.

Em seguida, a palavra se voltou ao público que esperava pelo atendimento, que começou na sequência, em grupos de 70 homens e 70 mulheres de cada vez, em duas salas separadas.

Já dizendo estar "mediunizado" pelo espírito do falecido Dr. Alonso, Berbel caminha rapidamente entre filas de cadeiras. O atendimento a cada fiel dura segundos.

O médium coloca a mão sobre a cabeça do "paciente" e prescreve remédios que devem ser tomados nos dias que antecederão a cirurgia. A "receita" é anotada por um de seus auxiliares.
Fitoterápicos, os remédios são feitos em um laboratório do IMA, que, segundo Berbel, é comandado por um profissional da área.

As cirurgias sem corte

Os atendimentos no IMA chegam a aproximadamente 20 mil pessoas por mês, de acordo com o médium João Berbel. Nas semanas em que ocorrem as cirurgias espirituais, os atendimentos são feitos para aqueles que já passaram pelas consultas.

Durante as cirurgias, o médium usa um bisturi sem lâmina. "Nós usamos essa ferramenta porque, às vezes, temos que fazer mil cirurgias. Se fizermos só com as minhas mãos, o trabalho duraria a noite toda", disse.

O plural quase sempre usado pelo médium deixa claro que ele se refere também ao espírito que diz incorporar, do médico Ismael Alonso y Alonso.

Com o bisturi sem lâmina, portanto, as cirurgias espirituais não têm cortes.

Mas, após as "operações", os pacientes recebem um curativo no local que foi alvo da intervenção. O motivo, explica Berbel, é para que a pessoa saiba que, embora não haja corte durante a cirurgia espiritual, é preciso um período de repouso.

Ele diz que já houve casos de pacientes que não seguiram as recomendações de repouso e que viram o local operado abrir, como se fosse o rompimento de pontos de uma intervenção médica.

A Folha não encontrou na última quarta-feira pessoas, entre as já operadas, que tenham passado pela experiência relatada por Berbel.

"O esparadrapo, o curativo que fazemos, é também para despertar a fé", disse.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo