9 de out de 2010

MINHA FILHA, NÃO SE AFLIJA COM MINHA SAUDADE


"Perdi minha filha há pouco mais de dois meses, exatamente 11 dias antes de ela completar quatro anos. A saudade que sinto é avassaladora e como sou ser humano e ainda tenho muito que aprender, em alguns momentos os "por quês" me assombram.
Aprendi exatamente nos momentos de aflição, que tenho como demonstrar meu amor por ela, pedindo a Deus que sempre a tenha em um bom lugar que ELE sempre a diga o quanto a amo! Peço também, para que ela não se aflija com a minha saudade e também com as minhas lágrimas, afinal sou muito limitada e a saudade é uma maneira que tenho de demonstrar o amor que sinto por ela. Quero que ela esteja feliz!
Em todos os momentos de tristeza pela falta dela, procuro sempre fazer uma prece e, por incrível que pareça em seguida sempre me sinto melhor.
Não pergunto porque ela se foi, afinal, não somos capazes de entender os desígnios de Deus, porém, em todos os momentos que a saudade e a tristeza me abalam, peço a Deus que leve meu amor até ela e que não deixe ela se perturbar com a minha aflição.
E assim, pretendo viver a minha vida nesta terra, sem esquecê-la em nenhum momento e, peço a Deus que jamais permita que ela me esqueça e que um dia nos reencontremos.
Aos nossos entes queridos que se foram, embora, as vezes uma confusão de sentimentos se formam em nossos corações, vamos tentar transmitir-lhes paz, amor e tranquilidade, e sabemos que eles também sentem nossa falta e também precisam da nossa ajuda." (Daniela - comentário à postagem Amor e a prece nos ligam aos que partiram)

4 Comentários:

Eliana Maia disse...

Amiga , ou irmã da mesma saudade, fiquei feliz em saber que , consegue
fazer uma prece , pois sempre receberam , com grande Amor , Eu me
chamo Eliana , moro em Belém , do pará , entreguei minha filha à 2
anos e 60 dias , para com nosso Pai Maior ,não posso dizer que sinto
dor é como, não tenha algum pedaço ,bastante importante dentro de
mim.Choro ate hoje , a saudade a cada dia nós faz, viver olhando
aquele amado filho que se entregou para uma vida melhor.Minha vida
hoje é cuidar de meu marido que tornou-se um dependente do álcool
olhar o desenvolvimento de meu lindo e amado filho de 20 anos.Trabalho
com aqueles que muitas vezes não tem o que necessitam , carinho ,e
falta de algo material.Minha Rosa viajou com 21 anos.Realmente meu
pedido é o mesmo , para que ela não olhe para traz. Que a mãe dará um
geito de suportar.Um grande abraço.Da amiga que faz parte como vc da
Fraternidade de Luz de Pais Especiais.Fique com Deus.

Daniela disse...

Olá Eliane, realmente é muito dificil deixar um filho partir e nessas horas que percebemos como o amor que sentimos por eles é incondicional, afinal, é melhor sabermos que estão 'ausentes' dos nossos olhos, mas felizes, do que vê-los sofrer ao nosso lado.
A Nicolle foi vitima de uma meningite aos 7 meses de idades, ficando com sequelas graves. Ela era uma criança especial, mas sempre pedi a Deus que fosse feita a vontade DEle e a vontade da Nicolle.
Tenho certeza que ela é um espirito de muita luz, pois nesses quase 4 anos, me ensinou muitas coisas, hoje sou uma pessoa melhor.
Sinto muito orgulho em ter sido mãe da Nicolle e é por amá-la demais que tenho que continuar.
Ela era minha filhota do meio, ela sempre será minha filha do meio... Onde quer que ela esteja sempre a amarei.
Acredito que devemos ser fortes, afinal, um dia queremos ser merecedores do reencontro...
Espero que seu marido se recupere!
E vamos continuando nossa missão com muita fé e amor...

thamara disse...

30 de Março desse ano descobri que estava gravida,meu presente de aniversario nossa não conhecia a felicidade ate esse momento maravilhoso,minha gestação estava otima minha saude perfeita meu filho crescendo saudavel e perfeito.no dia 2 de agosto fui trabalhar normalmente,no horario de almoço aproveitei para dormir quando acordei estava com muita dor nas costas mesmo assim fui trabalahar no dia seguinte acordei com sangramento fui direto para maternidade estava em trabalho de parto com 6 meses meu parto fui difiçil doloroso para o meu filho quando ninguem acreditava que ele nasceria vivo ele nasceu fui um guerreiro,foi direto para UTI Neo,pude ver ele no outro dia lindo pequeno mas forte os medicos me disseram que ele sobreviveria,estava confiante mas não foi assim ele faleceu dia 4/08/2010 as 23:21 ficou conosco por 19:34 Não consigo pensar nele e não chorar ou me revoltar..Tudo que eu mais queria acabou da forma mais tragica,as vezes penso em acabar com a minha vida,só não faço por medo de nunca encontrar-lo então rezo todas as noites para Deus me levar também pois não tenho nada para fazer aqui sem a minha razão de viver.

Daniela disse...

Thamara,
Não deixe os sentimentos de revolta envolver seu coração, eles não irão te ajudar!
A saudade que sentimos é avassaladora, em certos momentos fica difícil nos controlar, mas tente, se esforce, pelo seu bem e do seu amado filho.
Todas as vezes que sentir vontade de pedir algo a Deus, peça a ELE que conforte o seu coração e que leve todo esse amor e saudade que estão guardados dentro dele até seu filho.
Os laços de amor são eternos, e não importa o tempo que passamos nesta Terra ao lado dos nossos filhos, o que realmente vale é a intensidade dos nossos sentimentos.
Diariamente eu me lembro da Nicolle, ontem mesmo, a saudade estava arrasadora, porém, quando percebo que este sentimento pode virar revolta ou algum pensamento negativo tenta me atormentar, faço uma prece.
Peço a Deus que leve até ela todo o meu amor, cuidando muito bem dela e que me dê força para que eu continue minha jornada e um dia possamos nos encontrar novamente. Peço a ELE que a proteja dos meus pensamentos negativos que surgem em alguns momentos, que nos aproxime através dos laços de amor.
Peço a Deus para dizer a ela, que se eu tivesse que voltar no tempo e viver tudo outra vez, eu estaria disposta, afinal, a intensidade do amor que ela me ensinou a sentir é infinito, não quero que ela se arrependa de ter me aceitado como mãe. Tenho muito medo de que ela se sinta responsável pelas minhas lágrimas.
Aprendi a amar incondicionalmente, que é o amor que supera a distância, supera o tempo, supera todo e qualquer sofrimento, afinal é por amá-la incondicionalmente que tenho o dever de continuar e fazer as pessoas ao meu redor feliz.
Embora exista a ausência física, confie em Deus e acredite que seu filho precisa de você bem, para que ele também prossiga a jornada dele.
Você começou seu relato dizendo que se sentiu presenteada, afinal descobriu a gravidez próxima a data do seu aniversário, pense, você foi presenteada!!!! Faça seu filho se sentir um eterno presente em sua vida, não é porque você não o vê, que ele não está perto de você!
Tenho certeza que você também foi e continua sendo um presente pra ele e que jamais ele gostaria de ver alguém especial a ele e com tanto amor no coração, se revoltar.
Tenha força! Afaste todos esses pensamentos negativos de sua mente!
Acredite no amor incondicional, O AMOR SUPERA A DISTÂNCIA, SUPERA OS LIMITES DA VISÃO HUMANA.
Este amor nos ensina a ver com os olhos do coração!
Fique com Deus!

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo