16 de dez de 2010

MILAGRES DE JOÃO DE DEUS - A CURA QUE NÃO VEIO

Lisa passou a maior parte de sua adolescência assistindo a mãe sofrer com a quimioterapia para combater um câncer de mama e do osso. Sua mãe faleceu quando Lisa tinha 19 anos e, quando fez 37 anos, ela teve mais notícias ruins: foi diagnosticada com câncer de mama. Médicos recomendaram uma dupla mastectomia e quimioterapia, mas Lisa recusou. Desesperada para encontrar uma alternativa de tratamento, ela viajou de sua casa na África do Sul a Abadiânia (GO), no Brasil, para ver João de Deus. Enquanto estava na "Casa", Lisa se voluntariou para uma visível cirurgia nasal.

"Meu coração estava batendo muito rápido [durante a cirurgia]. E então eu meio que senti o instrumento, e eu lembro de um rangido e pensar: 'Até que ponto pode ir essa coisa?'", diz ela. "Eu não diria que foi doloroso. Era mais como um choque."

Quando ela deixou o Brasil, Lisa diz que ela seguiu as orientações que recebeu de João de Deus, como se abster de sexo e álcool por 40 dias. Mais tarde, ela teve uma biópsia e, infelizmente, o seu tumor ainda era maligno.

"Isso nunca vai embora, ou seja, eu nunca estive fora do reino do câncer", diz Lisa. "Me disseram que eu estava com um diagnóstico no quarto estágio da doença."

Mesmo que Lisa não tenha experimentado uma cura física na "Casa", ela diz que não ter arrependimento pela experiência. "Eu sei que carreguei a perda da minha mãe durante anos, aquela tristeza, aquela sensação de ser privada de uma mãe", diz ela. "E [estar na "Casa"] foi edificante, uma experiência alegre e pacífica. Não era desconfortável. Havia uma energia sobre tantas pessoas que procuram ajuda."

LEIA TAMBÉM:

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo