4 de dez de 2010

QUANTA COISA SOMOS CAPAZES POR NOSSOS FILHOS

"Pelo amor que sentimos por eles, vamos continuar nossa jornada! Prosseguindo...
O que vale não é o tempo que eles permaneceram ao nosso lado nesta Terra, mas a intensidade dos momentos vividos, o amor que aprendemos a sentir, todos os sentimentos valiosos que aprendemos a viver. 

Alguns momentos foram dolorosos, porém, são nestes momentos que entendemos que o amor é eterno e ilimitado, nestes momentos que aprendemos a conversar com Deus... São nestes momentos que conseguimos ver a nossa força de superação e de quanta coisa somos capazes por amar nossos filhos.
Somos seres humanos, com uma visão muito limitada, nem sempre conseguimos entender os desígnios de Deus.

Mas, em nome do amor que está dentro do nosso coração, amor que podemos chamar de saudade, vamos fazer o que está ao nosso alcance. Acreditem, podemos fazer muitas coisas, muito mais do que imaginamos.

Descobri que nos momentos de desespero, momentos em que a saudade sufoca de uma maneira praticamente insuportável, momentos que as dúvidas e a razão tentam me incomodar, eu olho para meu coração e todo sentimento que está lá dentro, ouço o que ele tem a me dizer...

Quando olho para meu coração, vejo minha filha e quero continuar vendo-a até o dia em que nos reencontrarmos por permissão de Deus. Acredito num reencontro. Um reencontro permitido por Deus, no tempo certo.
Afinal, somos únicos, especiais e, cada um de nós temos um tempo e uma missão diferente.

Embora no tempo que estivemos juntas neste plano, devido as suas limitações físicas, ela nunca pode me dizer uma palavra, mas aprendi que podemos falar linguagem do coração!

Quando a razão tenta me perturbar, me incentivando a pedir ou questionar acontecimentos que ainda não tenho capacidade de entender, faço uma prece.
Peço ao Pai que transforme todo esse desespero em amor.

E jamais permita que minha filha se aflija com a saudade, quero que ela entenda que esta saudade, nada mais é do que o amor que ficou!
Peço a Deus que me faça digna de um reencontro, que conforte meu coração...
Peço que a cada dia nosso amor nos fortaleça...

Ela era uma criança especial, que me ensinou que amar verdadeiramente é se colocar na situação do próximo, mas de corpo e alma...
Então, como não ‘sei’ (acredito que apenas não recordo), como seja o plano espiritual, não quero que ela sofra.

Por acreditar que os nossos amados filhos que partiram, sintam saudade, amor, talvez com igual ou maior intensidade, sei que eles, assim como nós, têm uma missão a cumprir, então vamos dar a força e coragem para que eles prossigam.
Como? Acredito que mostrando a eles que por amá-los iremos continuar.
Quando um pensamento de pânico aparecer em nossa mente, vamos pedir conforto... Vamos pedir que nos ensine e nos ampare e que também ampare nossos filhos na nova jornada! 

Penso em minha filha todos os dias da minha vida, não a esqueço um só dia.
Dani e Nicolle
Ainda é tudo muito recente, então tem momentos que os ‘por quês’ me assombram, choro, converso com Deus a minha maneira, e aprendi a entender os sinais que recebo...
Sinais simples, porém, se calarmos o desespero, nosso coração nos faz enxergá-los.
Seja numa lembrança, num pensamento, num gesto semelhante, na palavra de um amigo, ou até mesmo na estrofe de uma música que, às vezes já ouvimos milhões de vezes, mas que num determinado momento nos toca de uma maneira diferente. Sabemos qdo o recado é para nós...

Acredite que é Deus falando com a gente, mandando sinais na simplicidade...
O último sinal que recebi? Esses dias ouvindo aquela música ‘Amor maior’ do Jota Quest, na estrofe que diz: “Quero um amor maior... Um amor maior que eu...”, pensei, existe amor maior do que aquele que sobrevive a ausência fisica? Amor maior que resiste a saudade e nos dá força para prosseguir? Amor que nos encoraja a continuar, porque queremos ser merecedores de um reencontro?

Aprendi ver com os olhos do coração, de alguma maneira, minha filha me fez uma pessoa muito melhor.
De nada valeria minha vida se não tivessemos nossos caminhos cruzados! Independente do tempo que durou...
Fiquem com Deus!"

Imagem:  por D.A.K.Photography

2 Comentários:

***Dani*** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
***Dani*** disse...

Conheci este blog na semana em que a Nicolle faleceu, há quase 5 meses e se tornou parte da minha vida.
Estava navegando na internet buscando respostas, sinais e pedindo a Deus uma orientação, uma luz para que continuasse minha jornada!
Só tenho a agradecer as palavras de conforto, as mensagens de otimismo, o carinho e a paciência com todos que passam por momentos saudade profunda!!!
Não consigo traduzir em palavras o conforto que encontrei aqui...
Passei a dividir os meus sentimentos com vocês para que de alguma maneira, aqueles que sentem saudade percebam que não estão sozinhos...
Muito obrigada!!!!

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo