10/04/2011

'HOSPITAL ESPÍRITA' ATENDE ATÉ 6 MIL PESSOAS POR DIA

Médium do Instituto de Medicina do Além, de Franca, faz atendimentos em lugares como Portugal e Espanha.  Sede chega a receber, em dias de pico, até 6.000 pessoas para a realização de consultas e cirurgias espirituais


Em um amplo galpão que lembra uma enfermaria, 60 macas estão enfileiradas -30 de um lado exclusivo para homens, 30 de outro para mulheres. O cheiro de iodo e os armários repletos de algodão e ataduras reforçam o ambiente hospitalar. Em instantes, com as macas já ocupadas, um homem vestido de jaleco azul e com um bisturi em mãos inicia as cirurgias. Cada uma dura poucos segundos e, em um prazo de minutos, todos já estão recebendo curativos e liberando as macas para mais uma leva de pacientes.

Fora, há centenas esperando, em filas. Por noite, há picos de 6.000 atendimentos.

A cena poderia fazer supor que se trata de um hospital "comum". Não. Trata-se do IMA (Instituto de Medicina do Além), em Franca, onde ocorrem "cirurgias espirituais".

O homem de jaleco azul que circula entre as macas é João Berbel, 55, um médium que diz incorporar o espírito do médico Ismael Alonso y Alonso, morto em 1964. O IMA faz de Franca polo de peregrinação espírita, assim como ocorreu na Uberaba (MG) de Chico Xavier, que morreu em 2002 aos 92 anos.

Em 15 anos de atuação como "cirurgião", Berbel ganhou fama e hoje excursiona dentro e fora do país. Há duas semanas, voltou de Portugal e Espanha, e já atendeu na França, na Itália e nos EUA.

Atende periodicamente em cidades como São Paulo, Santo André e Fortaleza -nesta última há uma filial do IMA.

CELEBRIDADES

Vez ou outra, o trabalho atrai famosos. Berbel evita dar nomes, pois diz que as celebridades pedem discrição.

Porém, integrantes do IMA dizem que desde atores globais a esportistas têm passado pelo local, sendo que o último foi o ator Reynaldo Gianecchini, que teria ido a Franca acompanhar o pai.

A assessoria do ator diz que ele está "recolhido" por um período para tratar de questões pessoais e que não abordaria o assunto.

O doutor Alonso, cujo espírito Berbel diz "incorporar", é visto no espiritismo como médico dos pobres e, segundo seguidores, atendia de graça e até pagava o táxi para o paciente voltar para casa.

Por isso mesmo, dizem os espíritas, apesar de vir de uma família em situação financeira razoável, teria morrido pobre. Foi prefeito (1952-1954) e hoje dá nome a uma das avenidas da cidade.

O cafeicultor Sérgio Dominguez Alonso y Alonso, filho dele, desmistifica a informação. "Ele ajudava os outros mesmo, mas não teve nada disso. Era funcionário público, tinha salário razoável e nunca passou dificuldades."


FRASE

"Nunca tivemos problemas com nenhum órgão porque, como já diz o próprio nome, nosso instituto é de medicina do além, não é da Terra. O que fazemos aqui é espiritual"
JOÃO BERBEL
médium

2 Comentários:

Anônimo disse...

Gostaria de atualizados o telefone do hospital ou alguém que possa dar informação sobre o hospital pois gostaria de ir até vcs mas moro muito longe tenho medo de perder a viagem. Obrigada

Anônimo disse...

Gostaria que voces me mandassem via e-mail oendereço, ou o telefone porque moro em Sp meu e-mail é francoguiomar@terra.com.br

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo