7 de jul de 2011

ALÉM DA VIDA : SÉRIE DA BAND INVESTIGA A MORTE


O Jornal da Band está exibindo uma série especial de reportagens, na qual a morte (ou a quase morte) será o ponto de partida dos depoimentos. Em “Além da Vida”, as matérias questionam se é possível alguém ter morrido e estar vivo para contar como foi? Os repórteres ouviram histórias extraordinárias de quem perdeu todos os sinais vitais por algum tempo, mas voltou a viver sem nenhuma sequela, relatando o que viu ao “pisar do outro lado”: uma luz forte e brilhante, um túnel longo, um caleidoscópio...

Imaginação ou realidade? E o que diz a ciência?

A série entrevista Miguel Nicolelis, um dos principais neurocientistas do mundo. Registra o trabalho de uma equipe médica em Minas Gerais que estuda pacientes em coma para tentar entender o que acontece no limiar da morte. Visita, no interior de São Paulo, um hospital que mudou o atendimento na UTI depois dos relatos de pacientes que viveram uma “EQM” – Experiência de Quase Morte. E conta também a história impressionante de Lars Grael, medalhista olímpico de vela, que explica como acompanhou “fora do corpo” todo o atendimento de emergência, quando teve uma parada cardíaca.

A série "Além da Vida" vai ao ar no Jornal da Band, a partir das 19h15.

* * *

Na segunda parte da série, médicos e enfermeiros convivem com relatos impressionantes nos hospitais. Alguns pacientes que ficaram entre a vida e a morte afirmam se lembrar do que viveram durante a internação.



Telespectadores que passaram por experiência de quase morte decidiram contar suas histórias depois que a série "Além da Vida" foi exibida pelo Jornal da Band. Veja como a religião explica esse tipo de situação que desafia a lógica e a ciência.

3 Comentários:

Anônimo disse...

nao vou tentar expricar o que a biblia ja explica,ja conversei com ser divino se falar isso a ciecia,vai achar que sou maluco

Anônimo disse...

Amigos,

Parabéns pelo blog.

vocês conhece o blog Nascer Várias Vezes?
http://nascervariasvezes.blogspot.com/

Regis Mesquita
http://caminhonobre.com.br/

Taty Lugato disse...

Penso que para ter este tipo de experiência não precisa ficar em coma e para mim não importa o que diz a ciência, o que importa é a experiência pela qual passamos e que sabemos que é verdadeira.

http://tlugato.blogspot.com/

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo