11 de ago de 2011

CHICO XAVIER : MISTÉRIOS E POLÊMICAS CONTINUAM - 1

O programa "Conexão Repórter", do SBT, apresentou ontem (10/08/11) reportagem abordando novas polêmicas e mistérios envolvendo o médium Chico Xavier, morto há nove anos. O principal seria uma imagem enigmática e misteriosa, que já  provoca polêmica. Um documento que até mesmo o filho de Chico Xavier reconhece como uma prova do poder do pai. O programa viajou pelo país para tentar explicar um fenômeno descoberto por acaso em uma fotografia. Peritos analisaram a suposta prova. Veja abaixo a transcrição da reportagem do jornalista Roberto Cabrini.
* * *

Chico Xavier
O propagador do espiritismo. O mais impactante médium de todos os tempos. Você acredita nos poderes dele? Uma longa trajetória que seguimos passo a passo. De Pedro Leopoldo a Uberaba,em Minas Gerais. Um homem contestado, mas também venerado. Um revolucionário. Afinal, quem foi Chico Xavier? Venerado pelos adeptos. Atacado, perseguido, desrespeitado pelos descrentes. Para os espíritas, considerado o maior brasileiro do século. Sinônimo de paz, amor e caridade, Chico Xavier teria um grande dom: se comunicava com os mortos. Verdade ou mentira? Em que você acredita? As opiniões mudam de acordo com a religiosidade de quem as emite.

Nove anos após sua morte, muitos mistérios e polêmicas ainda envolvem o nome de Chico Xavier. Viajamos para as cidades mais importantes de sua vida. É em Uberaba que vive seu único filho, um filho adotivo. Durante nossa entrevista, Eurípedes faz revelações íntimas sobre a convivência com Chico Xavier. Ele é confrontado com as acusações que o perseguem, as de explorar o médium e até mesmo agredir seu pai.
 
Isabel conviveu com o maior ícone do espiritismo durante 38 anos. A amiga de Chico tem arquivos importantes nunca antes divulgados. São duas fotografias intrigantes. A primeira seria uma aparição de Chico Xavier um ano após sua morte. Para a espirita é a maior demonstração dos poderes de Chico desencarnado. A segunda fotografia seria a imagem de um jovem morto. O registro acontece durante a visita da família no túmulo de Chico Xavier. Resolvemos investigar a origem da fotografia. Localizamos os personagens da polêmica foto em Campo Grande e eles foram nos encontrar em Uberaba, local onde a foto foi tirada. 

O filho de dona Nadir morre afogado em 1995 no rio Aquidauana, no Mato Grosso do Sul. Na época, o artista plástico, Antônio Roberto Magalhães tinha 38 anos. A suposta aparição de Antônio acontece em setembro de 2010. A família viaja a Uberaba para visitar o túmulo de Chico Xavier. A foto em frente ao túmulo mostra o padrasto de Antonio, seu Valtair, um militar reformado, e foi tirada pelo um outro filho da costureira, o vendedor Sebastião, irmão do artista plástico falecido. Levamos as fotografias para análise de dois peritos. Para eles é dificil comprovar a existência de espíritos nas duas imagens. Já os fiéis, têm a certeza de se tratar de manifestações sobrenaturais. Incrédulos ou não, mistérios que sempre envolveram Chico Xavier. 

A casa em que Chico viveu durante 43 anos agora é um museu. Tudo está do jeito que ele deixou. As obras assistenciais também não foram esquecidas e nem os cuidados com o centro espírita. Chico Xavier, assim como o filho, nunca se casou. Durante nossa entrevista, Eurípedes faz um depoimento assombroso e assume que já pensou em tirar a própria vida por causa das acusações de explorar e até mesmo agredir Chico Xavier. 

Para resgatar a história do médium é preciso viajar para outra região de Minas Gerais. Neste local encontramos uma mulher especial. Célia Diniz conheceu Chico ainda na infância e hoje dirige o principal centro espirita da cidade. A história de Célia Diniz foi retratada no filme: As mães de Chico Xavier. Ela perdeu seu filho com três anos de idade. Em imagens históricas, Chico Xavier faz a primeira psicografia em frente a televisão brasileira. São as famosas mensagens supostamente ditadas por espíritos. Após dezenas de páginas, o médium lê a mensagem do que diz ter recebido pelo espírito de Emmanuel. Em seguida, Chico Xavier concede a primeira entrevista ao jornalista Saulo Gomes, em 1968. 

Em junho de 2001, doente em um quarto de hospital, Chico diz ter recebido uma visita de sua mãe em forma de um raio de luz. A imagem foi registrada por um cinegrafista. Chico xavier morre um ano depois, em 30 de junho de 2002, aos 92 anos, após uma parada cardiaca. Segundo amigos, ele teria pedido a Deus para falecer em um dia em que os brasileiros estivessem muito felizes. Exatamente neste dia, o país festejava a conquista da copa do mundo, o Pentacampeonato. 

Fé é algo que depende da mente e do coração de cada um. Pode-se acreditar ou não nos poderes de Chico Xavier. O que não se discute são as realizações do homem caridoso, que distribuía comida e agasalhos aos necessitados, propagava a simplicidade e a solidariedade, sem jamais fazer de seus pretensos poderes uma máquina de fazer dinheiro. 


1 Comentário:

André Marcos disse...

Como duvidar de um homem que so fez o bem. Duvidam que ele veja espiritos, duvidam que eles escrevem mensagens dos espiritos, mas nao podem duvidar de sua bondade, caridade, de seus exemplos. Que Deus o ilumine sempre em sua jornada até o Pai.

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo