6 de set de 2011

CHICO XAVIER POR ELE MESMO E PELOS CRÍTICOS

Chico por ele mesmo

"Quanto ao meu sobrinho, era um perturbado. Bebia muito, não trabalhava direito, acabou louco. E morreu há alguns anos. Ele fez aquilo, ao que parece, pela sedução do dinheiro. Que o altíssimo o perdoe."
(Chico Xavier, sobre a atitude do sobrinho Amauri Xavier Pena, que declarou aos jornais que tudo o que ele e o tio escreviam não era de autoria de espíritos, mas deles próprios.)

"Estou convencido de que todos os políticos, sejam eles quais forem, merecem o nosso respeito e a nossa cooperação para serem para nós aquilo que nós esperamos deles."
(Chico Xavier)

"Em fins de 1927, numa reunião pública e depois da evangelização, D. Carmem Perácio, médium de muitas faculdades, transmitiu a recomendação de um benfeitor espiritual para que eu tomasse o lápis e experimentasse a psicografia. Minha mão de pronto obedeceu, escrevendo dezessete páginas sobre os deveres espíritas. Senti alegria e susto ao mesmo tempo. Tremia muito quando terminei."
(Chico Xavier, sobre a primeira vez que psicografou)

"Muitas vezes em aula, quando criança, ouvia vozes dos espíritos ou sentia mãos sobre as minhas mãos que eu senti vivas, guiando meus movimentos de escrita, sem que os outros as vissem. Isso me criava muitos constrangimentos."
(Chico Xavier)

"Eu vivo muito alegre, muito feliz, trabalho, tenho sempre muita gente em volta de mim, Muita, muita gente na minha vida, é disso que eu gosto."
(idem)

"Resisti aos impulsos, e não foi fácil. Outro dia, a grande poetisa goiana, Cora Coralina, dizia a uma repórter que os velhos, mesmo os velhos, têm direito aos sonhos eróticos. Sonhos maravilhosos..."
(idem, sobre sua decisão em permanecer solteiro)

"Não sou autor de nenhuma dessas obras."
(idem, sobre os livros que psicografa)

"A meu ver, tive três períodos distintos em minha vida mediúnica. O primeiro, de completa incompreensão para mim, é aquele dos cinco anos de idade, quando via minha mãe desencarnada, a proteger-me, até os dezessete anos, época em que me via sob a influência de entidades felizes e infelizes, até que a misericórdia do Senhor penetrou nossa casa, em maio de 1927."
(idem)

"Desde que Emmanuel assumiu o comando de minhas faculdades, tudo ficou mais claro, mais firme. Ele apareceu em minha vida mediúnica assim como alguém que viesse completar a minha visão real da vida."
(idem)

"Não me preocupei nem um pouco com essa previsão. Infelizmente, certas pessoas gostam de sensacionalismo. Não temos a menor idéia do dia de nossa partida, a menos que haja alta concessão do mundo espirittual..."
(Chico Xavier, sobre uma previsão de sua morte, feita por uma vidente)

O que disseram dele

"Tudo o que tenho psicografado até hoje, apesar dos diferentes estilos, foi criado por mim próprio, sem nenhuma interferência de almas do outro mundo. Assim como meu tio, tenho muita facilidade de fazer versos e imitar estilos, coisa que em mim, tanto quanto nele, foi notada muito cedo. Meu tio é inteligente, lê muito e, com espírito ou sem espírito, continuará escrevendo seus livros."
(Amauri Xavier Pena, sobrinho de Chico Xavier)

"Se ele realmente vendeu todos esses livros, bastaria assumir sua paternidade para transformar-se num dos escritores de maior público do Brasil."
(Jorge Amado, escritor baiano)

"Chico Xavier conseguiu acabar com aquele ar sinistro que envolvia a imagem do espiritismo no Brasil."
(Beth Goulart, atriz)

"Se Chico Xavier é um embusteiro, é um embusteiro de talento. Sua facilidade de imitar seria um dom especialíssimo, porque ele não imita apenas Antero de Quental, Olavo Bilac e Humberto de Campos, mas Alphonsus de Guimaraes, Artur Azevedo, Antônio Nobre, etc."
(Raymundo de Magalhães Júnior, acadêmico já morto)

"Aqui na Academia não conheço ninguém que se interesse pelos livros dele."
(Belarmino Maria Austregésilo de Athayde, então Presidente da ABL)

"Olavo Bilac, um homem que no estágio de imperfeição nunca assinou um verso imperfeito, depois de morto ditou a Chico Xavier sonetos inteirinhos abaixo dos medíocres."
(João Dornas Filho, romancista mineiro)

"Se Chico Xavier produziu tudo aquilo por conta própria, então ele merece ocupar quantas cadeiras quiser na Academia Brasileira de Letras."
(Monteiro Lobato, escritor)

"Deve haver algo de divindade no fenômeno Francisco Xavier. O milagre de ressuscitar espiritualmente os mortos pela vivência psicográfica de inéditos poemas é prodígio que somente pode ocorrer na faixa do sobre-humano."
(Menotti del Picchia, escritor)

"Quem ler durante 60 dias, noite e dia, dia e noite, apenas Euclides da Cunha, escreverá no estilo de Euclides sem notável esforço, sem fazer uma ginástica mental muito dura."
(Raymundo Magalhães Júnior)

"Se é mistificação, parece-me muito bem conduzida. Tendo lido as paródias de Albert Sorel, Paul Reboux e Charles Muller, julgo ser difícil (isso digo com a maior lealdade) levar tão longe a técnica do pastiche. Não sei como elucidar o caso. Fenômeno nervoso? Intervenção extra-humana? Faltam-me estudos especializados para concluir."
(Agripino Grieco, crítico literário)

"Chico Xavier é uma espécie de Telerj dos mortos."
(Paulo Betti, ator)

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo