23 de mai de 2012

AMORES QUE SE PERDERAM NA GUERRA

Imagem meramente ilustrativa
"Deus Nosso Grande Pai nos dê saúde e paz.

Caros irmãos em Deus, a noite serena traz na mente do viajor que aqui chega as ternas lembranças de um passado longínquo, que deixei há algumas décadas.

Como soldado, combati lutas e batalhas das mais inglórias e nunca pensei que um dia eu iria, depois de morto, tornar a ver meu amor. Aquele que deixei em meu país, coberta de jóias e rosas, mas que nunca me viu retornar. As rosas foram murchando, as jóias se esvaindo com as dívidas contraídas pelos compromissos de uma boa vida.

"Nossas cartas se perderam"
E a vida de meu amor se definhou como o seu corpo. Em vão me procurou. Eu em vão tentei escrever para ela, mas as cartas voltaram em meio tumulto daquela guerra atroz.

Eu, que demorei para pensar na sua pobre vida que se esvaia, imaginei que ela vivia na opulência e por certo havia me trocado por outro qualquer impostor que lhe rogara as mãos.

Naquele momento de insensatez, decidi parar de lhe escrever, mal sabendo o que lhe sucedera.

Até que a morte me visitou. A ambos. Nossas bocas não tornaram a se aproximar porque nossos pensamentos se opunham. Eu só pensava nos infelizes que matei. E  creio que ela só pensava que eu havia encontrado outro amor ou então havia morrido no anonimato. E ela acertou quando assim pensou. Tiraram-me o corpo, porque não tiraram-me a vida, porque ela já não existia desde que a deixei e parti...

Precisou que eu aqui viesse nessa casinha de luz, trazido por generosos companheiros de luta... e eu aqui a revi. Imaginem minha felicidade... rever a minha Evelyn depois de tantos anos. Eu que a chamava de Emy, nem pude acreditar que iria poder um dia reencontrá-la e abraçá-la.

Por isso deixo escrito o meu depoimento de agradecimento por esse cantinho mágico de reencontros. Parece que aqui o céu e terra se encontram. 

Assim como as almas que um dia se amaram e um dia se doaram. Mas depois de tudo, os que aqui vêem saem rodeados de alegria, abraçados por seus amores.

Reencontro de famílias, reencontro de gente que nunca pensei rever.

Deus ilumine-lhe os passos para que possam iluminar a escuridão de muita gente doente do amor e do perdão. 
Felicidades amigos.”

Assinado :  Soldado Richard
Data : 22 de maio de 2012
Local :  Casa da Prece - Sorocaba ( SP )

Médium : Maria do Carmo Pellegrini

1 Comentário:

Nós Os Cachorros disse...

Bendita seja esses seres iluminados que fazem um lindo trabalho!!!
Abraços

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo