10 de jul de 2012

A DOR E AS LÁGRIMAS DE MINHA MÃE

“Meu nome é Luiz Henrique. Morri por teimosia e por achar que era o dono do mundo, como qualquer adolescente que se preze. Aí, vem a velha frase: ‘se não é pelo amor, é pela dor’. E que dor.

A dor maior foi a que senti quando percebi a besteira que fiz e as lágrimas que provoquei em minha mãe.

Ah, mãe! Me perdoa. Sinto tanto a sua falta. Não vou e nem posso dizer que aqui é ruim. É muito bom, somos muito bem tratados, mas a dor de estar longe de você é o que mais machuca.

Sei que sofre e chora e pensa em mim o tempo todo e não poderia ser diferente, pois seu único filho lhe deu tanto desgosto, não é?! Acho que sempre aprontei, mas você sempre me amou. Eu te amei e te amo tanto que não tem como expressar tudo o que sinto.

Tudo ficou ruim quando entrei na adolescência e me envolvi com pessoas erradas. A culpa não é das pessoas, mas minha, que deveria ter resistido à tentação. Fui fraco, covarde e quis provar para adolescentes ingênuos e bobos como eu era ‘o cara’.

E deu no que deu. Estou aqui, longe de você, que sempre me deu tanto amor. Só depois que morri percebi o quanto te amo e a falta que você me faz. A vó também chora e sente minha falta, mas não tanto quanto você.

Tive a oportunidade de vir aqui e dizer pra você que estou bem. Não posso dizer ainda que estou feliz porque seu sofrimento me angustia e eu me culpo por isso todos os dias.

Mas acho que notícias minhas talvez acalmem o seu coração.
Vou te esperar e quando retornarmos, farei tudo certo.

Perdoa, minha mãe. Eu te amo muito e quero te ver bem e feliz. Já não bastasse o sofrimento que a vida lhe impôs, eu me incumbi de aumentar suas pedras neste caminho tão difícil.

Vou me despedindo e deixando aqui um grande beijo e estarei sempre por perto; sempre que pensar em mim.

Te amo, te amo, te amo. Vou repetir isso um milhão de vezes até poder te dizer em nosso reencontro.

Fica com Deus e tenta ser feliz. Eu ouço você pedindo notícias minhas e querendo saber do meu paradeiro. Aí está, Estou vivo e te amo cada dia mais.”

Assinado :  Luiz Henrique
Data : 26 de junho de 2012
Local :  Sorocaba ( SP )

Médium : S.A.O.G.


5 Comentários:

maria luzia disse...

sofro muito gostaria de receber um psicografia deu filho carlos henhique de souza cavalcante que morreu muito rápido depois do acidente um hora depois ele já estava morto,as unicas palavras que ele dizia era mamãe quero agua mamae não me deixa ir me leva pra casa mamãe,mamãe.

simone disse...

olá gostaria muito de receber psicografia da minha lorena cristine carvalho dutra ela faleceu em 15-09 2011 morreu por amor ao namorado k amava tanto desde ja agradeço

Anônimo disse...

Minha filha Mariana faleceu em08 02 2013 ,como dói ,a morte desacerela o tempo,estaciona as horas e congela o calendário,só tinha 16 anos e era nossa filha única ,falta um prato na mesa,as guloseimas ,as frutas e comidas preferidas,será um reinício,com a história de família interrompida,mas deus sempre faz o melhor

Anônimo disse...

Eu sou mais uma mãe cujo coração é cheio de dor. Interromperam a vida do meu filho com muita crueldade e com isso, interromperam a minha vida também.Depois de passar por várias etapas desde 2010, para tentar sobreviver, saí da terra onde os sonhos se acabaram com as esperanças, deixei as minhas origens e estou tentando recomeçar. Creio ser esta a ultima chance.

Claudia Regina disse...

Será quue os bebezinhos crescem la no ceu

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo