19 de nov de 2012

O PASSADO NÃO TRARÁ ALEGRIAS OU TRISTEZAS

"Fui autorizado para que aqui pudesse me fazer presente e tentar ao menos dar um sentido ou uma resposta à minha filha, que tanto procura por notícias minhas. Diz estar com a vida parada e não ser capaz de caminhar, pois sente culpa e remorsos pelos anos que passamos juntos e pelo tratamento que me dispensou.

Quero deixar claro que não fui um exemplo de homem e nem mesmo de pai. A culpa faz com que ela esqueça do que não fiz de bom e termine me colocando num lugar que não mereço.

Tivemos nossas diferenças e discutíamos bastante. Ela agia de forma não muito condizente com uma filha amorosa, mas sei que me amava do seu jeito.  Assim como também nunca demonstrei muito sentimento por ela, mas também a amei do meu jeito.

Ela pede perdão. Mas não sou eu quem deve perdoá-la. Passei muito tempo para entender o que responder a ela esta noite.

Sofri, mas entendi que o perdão que queremos e esperamos de outra pessoa, de nada servirá se não nos perdoarmos antes de tudo. Perdoe-se e sua vida seguirá adiante. Levei anos para perceber que só poderia seguir depois de me perdoar do que fiz ou deixei de fazer a você e a outras tantas pessoas.

Quanto ao fato de ter sofrido muito antes de morrer, não passei nem um tiquinho a mais do que precisava e ao que me ofereci a passar. Nossas dores e sofrimentos são lições a serem aprendidas e aproveitadas para o nosso crescimento espiritual. 

Se você, minha filha, sente que precisa de perdão pelas coisas que me desejava ou pela forma como me tratava, sinta-se perdoada, se isso vai te aliviar o fardo e fazer com que continue a caminhada. Mas não esqueça de perdoar-se, ou meu perdão de nada valerá.

Tente ser feliz e se acha que precisa, mude sempre, para melhor, pelo bem dos outros e pelo seu bem próprio. A vida é como tem de ser e o que passou, não volta, não nos trará alegrias ou tristezas, apenas a sensação de estarmos atolados no passado, deixando o presente passar e o futuro ser idêntico ao que não queríamos no passado.

Sentir saudades é bom e faz bem ao coração. Lembrar de coisas boas que passamos junto é a única coisa que pode nos fazer felizes. O que foi ruim, já passou. Ficou e não vale a pena ser lembrado. Aposte no futuro e seja feliz.

Eu sei que gostaria de ter dito que me amava, assim como eu também deveria ter feito e não fiz. O tempo doente e internado ajudou a rever certos conceitos e ver coisas que também não fiz.

Sem mágoas, sem rancores e um dia com certeza, na justiça e bondade de Deus, nos encontraremos novamente e, quem sabe, possamos fazer diferente.

Desejo muito que você seja feliz e cuide para que seu passado não estrague seu futuro.

Mais uma vez vou te pedir: ‘Perdoe-se’.

Me entristeço quando te vejo ansiosa e preocupada comigo. Posso dizer que no começo não foi muito fácil, precisei aprender muita coisa, principalmente a me perdoar para poder continuar. Depois que isso aconteceu, pude ver que posso ser feliz.

Leito muito, aprendo muito e, principalmente, aprendi a confiar em Deus e deixar nas mãos dele meu destino. 

Agradeço muito pela oportunidade e espero poder ajudar minha filha a olhar para frente e ser feliz. Que Deus te abençoe e te guarde. Um forte abraço do teu pai.”

Assinado: Teu Pai
Data : 13 de novembro de 2012
Local :  Casa da Prece - Sorocaba ( SP )
Médium : S.A.O.G.

9 Comentários:

Carmen disse...

Lindo!

Nós Os Cachorros disse...

Nossa, que lindo!!!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Entre Elas disse...

Desencarnado: Dilmar Bispo de Sousa
Data Nascimento: 21/08/1959
Data de desencarne: 09/10/2010
Cidade: Goiânia-GO
Encarnada para Contato: Camilla Domingues de Sousa
email: camilla-pratec@hotmail.com
telefone: (66) 9206-5415

Anônimo disse...

esta carta é linda acho que é do meu marido Claudio Henrique Costa Ferreira desencarnado em 27 de julho de 2012 por favor

Anônimo disse...

muito bonito o depmento ,gostei muito pois a um ano e onze meses meu filho partiu com apenas trinta anos de idade,seu nome Angelo...meu anjo lndo,filho amdo e querido,fiquei até pouco tempo atrás me sentindo pedida sem chão sem rumo emfim...hoje ainda colando os cacos estou me fortalecendo e é exatamente isso procurar viver da mlhor maneira possivel,nunca mais serei a mesma o tempo passa a saudade é imensa e o amor infinito.te amo meu lindo pra sempre.mãe anna.

Postar um comentário

Deixe aqui seu recado ou depoimento, de forma anônima se preferir. Respeitamos a sua opinião, por isto recusaremos apenas as mensagens ofensivas e eventuais propagandas. Volte sempre!

2leep.com

Artigos mais lidos

  ©PARTIDA E CHEGADA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo